Equipamentos para pavimentação: saiba o que é necessário nesse processo

  • Caminhões
  • Pavimentação
  • Rolos Compactadores
  • Vibroacabadoras

Eficiência, precisão e qualidade: em nossa opinião, esses são os elementos mais importantes na execução de um projeto de infraestrutura pública. Por isso, aproveitamos o momento para trazer este artigo, em que listamos os principais equipamentos para pavimentação asfáltica.

O objetivo é eliminar todas as dúvidas no tema. Naturalmente, entendemos que os nossos leitores já trazem uma boa bagagem de experiência. Mas é fundamental frisar esses conhecimentos, contribuindo para uma comunidade ainda mais qualificada, profissional e estratégica. Agora, não perca tempo e acompanhe!

O que é a pavimentação de solo?

Em essência, a pavimentação é o projeto mais importante para trazer movimentação e segurança a um novo caminho. Tecnicamente, pavimentar é a prática de reforçar a estrutura do solo, acrescentando camadas materiais sobre a superfície já preparada após um projeto de terraplanagem.

Por exemplo, imagine que uma incorporadora está investindo na transformação de uma reserva de terra em um novo bairro. Além de construir a infraestrutura para utilities, como eletricidade, internet, água, esgoto e afins, essa empresa precisará pavimentar as estradas do bairro em construção.

Então, inicialmente, é feita a terraplanagem, um projeto que exige escavação, compactação, movimentação de terra e reforço estrutural do solo, até que a superfície esteja pronta para receber novas melhorias. Depois, entra a pavimentação — aqui, especificamente, a pavimentação asfáltica.

É nessa fase que se aplica a camada que efetivamente torna o trajeto plano, regular e resistente contra o desgaste do alto fluxo de veículos, ou seja, a camada de asfalto. O objetivo principal dessa camada é absorver o desgaste provocado pelo tráfego, protegendo as camadas inferiores do solo.

Já sob o ponto de vista do usuário, que são os condutores, o asfalto serve para melhorar as condições de tráfego, tornando o trajeto mais seguro, estável, impermeável e confortável. Mas, para além disso, existe um detalhe muito especial sobre os projetos de pavimentação.

Da forma como percebemos, a robustez e a durabilidade estrutural do pavimento estão diretamente ligadas à qualidade técnica dos elementos empregados na tarefa. Ou seja, são a qualidade e a compatibilidade dos equipamentos, dos operadores e de todos os materiais utilizados durante a operação.

Quais são os principais equipamentos para pavimentação?

Rolos compactadores, vibroacabadoras e caminhões: diferentemente de outras operações, a pavimentação pode ser realizada com um conjunto bem-limitado de equipamentos. Mas não se deixe enganar por essa limitação. O motivo para isso é justamente porque a tarefa só pode ser realizada por essas máquinas.

Sendo assim, essa não é uma operação que admite máquinas polivalentes e multifuncionais, pois a qualidade final da projeto depende da precisão técnica das máquinas dedicadas a esse trabalho. Agora, conheça os principais equipamentos utilizados nessa operação!

Rolos compactadores pé de carneiro

Ao escolher rolos compactadores, prefere pé de carneiro, liso ou pneumático? Bem, a realidade é que não se trata de preferência, mas, sim, de funcionalidade. Como o nome sugere, os rolos pé de carneiro, também conhecidos como rolos de patas, possuem cilindros com protuberâncias em relevo.

O objetivo das patas é afundar no solo, ampliando a área de contato e acelerando a tarefa de compactação. No entanto, é importante saber reconhecer o momento adequado de utilizar essas máquinas.

Em nossa visão, os rolos de patas são recomendados apenas nas situações em que o solo apresenta umidade equilibrada — nem muito úmido, nem muito seco — e em terrenos desafiadores em geral, pois a pá com cavidades oferece melhor mobilidade. Agora, conheça os modelos disponíveis em nosso catálogo!

Dynapac D.One

  • cabine: inexistente, operado por controle remoto;
  • largura do rolo: entre 61 e 85 centímetros;
  • peso operacional: 1.595 kg;
  • potência do motor: 19 hp;
  • tamanho: mini.

Boomag BMP 8500

  • cabine: inexistente, operado por controle remoto;
  • largura do rolo: entre 61 e 85 centímetros;
  • peso operacional: 1.595 kg;
  • potência do motor: 19 hp;
  • tamanho: mini.

Dynapac CA250

  • cabine: fechada, climatizada e com certificações ROPS/FOPS;
  • largura do rolo: 2,30 metros;
  • peso operacional: 12.100 kg;
  • potência do motor: 102 hp;
  • tamanho: convencional.

XCMG XS122PD

  • cabine: fechada, climatizada e com certificações ROPS/FOPS;
  • largura do rolo: 2,13 metros;
  • peso operacional: 13.000 kg;
  • potência do motor: 124 hp;
  • tamanho: convencional.

Rolos compactadores lisos

Tecnicamente, os rolos compactadores lisos apresentam características estruturais semelhantes aos de patas, com uma única exceção importante: nesse modelo, o cilindro é totalmente liso, sem nenhuma protuberância relevante.

Por essa razão, os rolos lisos são mais versáteis, podendo ser empregados em um número maior de situações, pavimentando asfalto, brita, concreto, terra batida e afins. Além disso, é uma máquina mais eficiente na pavimentação de materiais argilosos.

No fim das contas, os rolos lisos são mais aplicados sobre solos secos e com maior densidade. Além disso, é a principal máquina utilizada na pavimentação asfáltica, sendo frequentemente vista trabalhando na pavimentação de ruas, avenidas, estacionamentos etc. Agora, veja o modelo disponível em nosso catálogo.

Dynapac CA250

  • cabine: fechada, climatizada e com certificações ROPS/FOPS;
  • largura do rolo: 2,30 metros;
  • peso operacional: 12.100 kg;
  • potência do motor: 102 hp;
  • tamanho: convencional.

XCMG XS122PD

  • cabine: fechada, climatizada e com certificações ROPS/FOPS;
  • largura do rolo: 2,13 metros;
  • peso operacional: 13.000 kg;
  • potência do motor: 124 hp;
  • tamanho: convencional.

Dynapac CG900G

  • cabine: aberta, com certificação de segurança ROPS;
  • largura do rolo: 90 centímetros;
  • peso operacional: 1.300 kg;
  • potência do motor: 19 hp;
  • tamanho: mini.

Rolos compactadores pneumáticos

Por último, os rolos pneumáticos, diferentemente dos modelos anteriores, não equipam cilindros na sua face frontal, mas um conjunto de pneus. O objetivo é prover um acabamento/selamento final, utilizando o peso do equipamento para realizar essa tarefa durante o trajeto. Agora, os modelos do nosso catálogo.

SANY SPR200

  • cabine: fechada, climatizada e com certificações ROPS/FOPS;
  • especificação dos 9 pneus: 1.100 x 20 – 16;
  • peso operacional: 27.000 kg;
  • potência do motor: 125 hp;
  • tamanho: convencional.

SANY SPR260

  • cabine: fechada, climatizada e com certificações ROPS/FOPS;
  • especificação dos 9 pneus: 1.100 x 20 – 16;
  • peso operacional: 21.000 kg;
  • potência do motor: 125 hp;
  • tamanho: convencional.

Vibroacabadoras de asfalto

É nada mais, nada menos do que a estrela do show. Dizemos isso porque as vibroacabadoras são as principais responsáveis pela aplicação da camada de asfalto. Além disso, essas máquinas acumulam uma série de responsabilidades operacionais.

Tecnicamente, a vibroacabadora aplica a camada de asfalto sobre o solo terraplanado, enquanto aquece o material simultaneamente à sua pré-compactação, que é realizada durante o deslocamento da máquina sobre o trecho em pavimentação. Agora, veja o modelo disponível em nosso catálogo.

Ciber AF 5000 Plus

  • capacidade de pavimentação: 450 toneladas por hora;
  • largura máxima de pavimentação: 5,3 metros;
  • largura mínima de pavimentação: 1,9 metros;
  • capacidade do silo: 11,5 toneladas;
  • potência do motor: 110 hp.

Caminhões basculantes

Já aqui, temos o veículo que complementa o trabalho do equipamento anterior. Afinal de contas, apesar de acumularem uma série de funções, as vibroacabadoras não conseguem armazenar grandes quantidades de materiais para realizar a operação por si só.

É por isso que os caminhões basculantes são implementados em conjunto a esse equipamento. O caminhão despeja o material asfáltico sobre a vibroacabadora, abastecendo a máquina responsável pela aplicação com o material necessário à execução da tarefa. Os nossos caminhões basculantes são segmentados por seus volumes de carga:

  • volume entre 10 e 12 m³: Mercedes-Benz Atego 2730, Volkswagen Constellation 24280 e Volvo VM 270;
  • volume entre 14 e 16 m³: Mercedes-Benz Axor 3131, Volkswagen Constellation 31330 e Volvo VM 330.

Caminhões pipa

Como todos sabemos, o canteiro de obras, seja na construção civil ou na infraestrutura pública, exige manobras de adaptação, que sejam capazes de compatibilizar o ambiente à realização dos trabalhos. É para isso que servem os caminhões pipa.

Basicamente, esses veículos se deslocam com grandes tanques de água, que podem ser pulverizados sobre uma superfície, tanto durante a terraplanagem como na pavimentação. O objetivo dessa umidificação é tornar o solo apto ao trabalho de outras máquinas, conforme necessário. Agora, confira os modelos disponíveis em nosso catálogo:

  • capacidade do tanque de 10 mil litros: Mercedes-Benz Atron 1719;
  • capacidade do tanque de 16 mil litros: Mercedes-Benz Atego 2730;
  • capacidade do tanque de 20 mil litros: Mercedes-Benz Axor 3131.

No fim das contas, é importante entender que tanto a efetividade operacional como a qualidade da pavimentação estão diretamente ligadas à excelência técnica aplicada durante a operação. Por isso, é fundamental preocupar-se com todos os aspectos do seu trabalho, desde a contratação de mão de obra qualificada até a locação de máquinas especializadas.

É com isso em mente que convidamos você a conhecer a Armac. Somos uma empresa referência na locação de máquinas para o ambiente de trabalho, indo além dos equipamentos para pavimentação.

Entre em contato com a nossa equipe e não perca a oportunidade de qualificar a sua operação.

AS MELHORES MARCAS, O MELHOR SERVIÇO, E UM PARCEIRO QUE SEMPRE TEM O MELHOR PREÇO