O que são e para que servem os bioinsumos?

  • Agronegócio

O QUE SÃO E PARA QUE SERVEM OS BIOINSUMOS

Bioinsumos são materiais naturais e orgânicos ou insumos biológicos que são produzidos a partir de microrganismos. Eles são utilizados para aumentar a fertilidade dos solos e combater doenças.

Neste infográfico, vamos explicar as demais utilidades dos bioinsumos e mostrar as suas principais vantagens. Em especial, abordaremos os benefícios que esses insumos biológicos trazem para o agronegócio.

Elevam a produtividade

Os bioinsumos contêm organismos vivos ou agentes biológicos que ajudam a controlar as pragas de forma natural. Diante disso, a produtividade das plantações se eleva.

Os produtos fabricados com matéria orgânica podem ser aplicados nas plantas, nos solos e nas sementes para aprimorar a germinação, o desempenho, o desenvolvimento e o crescimento das plantas.

Além disso, a produção agrícola se torna mais eficiente, dinâmica e produtiva. Afinal o custo dos bioinsumos é baixo em comparação às vantagens que ele traz.

Seu uso gera, por exemplo, uma economia de bilhões de dólares todos os anos em 38 milhões de hectares de soja.

Aumentam a qualidade da produção

Os insumos biológicos são compostos por substâncias orgânicas microbióticas, vegetais e animais, bem como por componentes ativos que melhoram a qualidade e a aparência das plantas.

Tornam a produção agrícola mais sustentável

As substâncias biológicas promovem a atividade microbiológica. Com os bioinsumos é possível obter produção agrícola mais sustentável e alinhada com produtos que fazem parte do meio ambiente.

O uso dos insumos biológicos diminui o risco de contaminação por outros microrganismos que causam desequilíbrios ambientais ou doenças e diminuem a contaminação da água e do solo.

Reduzem o impacto ambiental

A utilização de microrganismos para a intensificação da fixação biológica de nitrogênio de forma natural reduz o impacto ambiental e auxilia no desenvolvimento saudável das culturas.

Melhora a lucratividade do produtor

Bioinsumos trazem benefícios que ultrapassam a segurança alimentar e a proteção da natureza. De acordo com a Embrapa, o bioinsumo eleva a produtividade do milho em 10%, por exemplo.

Sendo assim os insumos biológicos melhoram a lucratividade dos produtores rurais e favorecem o agronegócio do futuro. Por isso, o consumo de bioinsumo está crescendo cerca de 30% no nosso país. 

Enfim, os bioinsumos de boa qualidade agregam valor aos produtos e diminuem os custos da produção. Gostou do conteúdo? Compartilhe-o no Facebook e LinkedIn

logo_armac