Monitoramento de lavoura: veja como fazer!

  • Agronegócio

O monitoramento de lavoura é o processo contínuo de coletar, analisar e utilizar dados para tomar decisões sobre a gestão do seu plantio. A prática pode envolver o rastreamento de desenvolvimento das plantações, a detecção e o controle de pragas e doenças, danos causados e a avaliação da saúde do solo.

Em resumo, é uma maneira proativa de garantir a saúde, a produtividade e a sustentabilidade da sua lavoura. Para saber mais sobre os benefícios do monitoramento de lavoura, continue a leitura!


Aluguel de máquinas para o agronegócio!

Máquinas para plantio, colheita e transporte


Como é feito o monitoramento de lavoura?

O monitoramento de lavoura pode ser realizado de várias maneiras, mas o avanço da tecnologia trouxe inovações significativas para esse campo.

Hoje, as ferramentas de monitoramento incluem o uso de drones para inspeção aérea e sensores de solo para medições precisas de umidade e nutrientes. Você também pode contar com software de análise de dados em parceria com inteligência artificial para interpretar todas essas informações.

Essas ferramentas fornecem um retrato detalhado e atualizado das condições da lavoura, auxiliando os agricultores na tomada de decisão estratégica.

Quais os tipos de monitoramento de lavoura?

Existem vários tipos de monitoramento de lavoura, cada um voltado para aspectos diferentes da gestão agrícola. Nessa estratégia, é possível destacar o uso de tecnologias que otimizam a eficácia desses procedimentos.

Manejo Integrado de Pragas (MIP)

Este método envolve, de forma regular, o monitoramento de pragas na lavoura e a implementação de medidas de controle quando necessário, priorizando ações que causem menor impacto ao meio ambiente e à saúde humana.

O MIP se beneficia muito da utilização de ferramentas tecnológicas, como drones equipados com câmeras de alta resolução e sensores de imagem multiespectral, que auxiliam na identificação de pragas.

Além disso, softwares de análise de dados também são fundamentais para ajudar na visão geral da saúde da cultura e na interpretação das informações coletadas e na decisão sobre as medidas de controle mais adequadas.

Amostragem do solo

A saúde do solo é a base de qualquer lavoura, sendo seu monitoramento essencial. Neste procedimento, o produtor pode envolver a coleta e análise de amostras de solo para verificar os níveis de nutrientes e identificar possíveis problemas. Como:

  • preparo do solo inadequado;
  • rotação de cultura errônea ou degenerativa;
  • compactação massiva;
  • entre outros.

Tecnologias são de grande auxílio nesse tipo de monitoramento. Por exemplo, os sensores de solo podem medir a umidade e a presença de certos nutrientes, enquanto a espectroscopia de infravermelho próximo (NIRS) fornece uma análise rápida e não destrutiva do solo.

Monitoramento de saúde das plantas

Este tipo de monitoramento se concentra na identificação precoce de doenças nas plantas, permitindo a implementação de medidas de controle antes que elas se tornem um problema maior.

Nesse sentido, a tecnologia de imagens multiespectrais e hiperespectrais, geralmente capturadas por drones ou satélites, permite a execução de um verdadeiro “exame de plantas” com precisão. Sendo, inclusive, possível notar os níveis de estresses nas plantas – o que não seria perceptível ao olho humano.

Essas imagens, quando analisadas por softwares especializados, podem indicar áreas da lavoura onde as plantas estão sofrendo de falta de nutrientes ou estão sob ataque de doenças, ou pragas.

O monitoramento de lavoura é uma prática vital para qualquer agricultor que busca aumentar a produtividade e a sustentabilidade de seu plantio. Com a utilização de tecnologias modernas e práticas de gestão apropriadas, é possível manter sua plantação saudável e produtiva.

Lembre-se de que a chave para um monitoramento eficaz é a atenção às escalas pré estabelecidas no planejamento e a ação rápida quando os problemas são detectados.

Quer ficar por dentro de mais atualizações para manter sua lavoura produtiva e saudável? Siga a Armac nas redes sociais: Instagram, LinkedIn, YouTube, Facebook e TikTok.

Gerar oportunidades e desenvolvimento para um mundo cada vez mais produtivo e sustentável