Colheita de laranja: como e quando fazer?

  • Agronegócio

A laranja é uma das frutas mais populares do mundo, sendo que o Brasil mantém o pódio do maior produtor do fruto, concentrando 79% da produção mundial para produção de suco. E o número não para de crescer: a safra 21/22 promete na colheita de laranja, produção de quase 300 milhões de caixas com peso aproximado de 40,8 kg.

É fato que a citricultura move a economia do Brasil, principalmente na região sudeste e com isso, atrai investimento, geração de renda e impulsiona a economia principalmente São Paulo que concentra 78% de toda produção brasileira. Ela é o verdadeiro “ouro” do século XXI da fruticultura na região.

Por essa razão, preparamos este conteúdo e abordaremos os principais aspectos da colheita deste citro tão importante, bem como a melhor época, tipos de colheita, equipamentos e cuidados pós colheita com detalhes. Acompanhe!


Aluguel de máquinas para o agronegócio!

Máquinas para plantio, colheita e transporte


Como realizar a colheita de laranja corretamente?

Para abordarmos este tema tão esperado pelo produtor, é preciso entendermos o ciclo deste citro. De forma sucinta, as variedades mais plantadas na região são Valência, Valência folha murcha, Pera Rio, Hamlim, Westin, Rubi e o ciclo denomina-se em precoce, meia estação e tardia; dessa forma, elas ficam classificadas da seguinte maneira:

  • precoce: cultivar Hamlim e Westin,
  • meia estação: cultivar Rubi e Pera;
  • tardia: Valência e Valência folha murcha.

Para entender melhor sobre os ciclos, no precoce as safras são entre os meses de março a abril, meia estação, nos meses de maio a julho e tardias, nos meses de agosto até o fim do ano e pode estender até o ano seguinte.

Além disso, para realizar a colheita corretamente deve-se atentar na forma da coleta. Conforme o portal da Embrapa, o retirada deve ser feita por torção do pedúnculos que serão removidos por meio de tesouras e alicates de colheita, pois favorece maior durabilidade do fruto. Nesse processo, as colheitadeiras do tipo derriça não devem ser utilizadas.

Como os tipos de colheita interferem fortemente na qualidade dos frutos, separamos um tópico para explicar com detalhes. Confira abaixo os seus principais e como é aplicado no campo.

Quais são os tipos de colheita?

Para facilitar o processo da colheita de laranja, de forma geral, existem três tipos que são a manual, semimecanizada e mecanizada. Cada processo tem suas vantagens e desvantagens em que a escolha dependerá de fatores como demanda e custo.

Colheita manual

Como o próprio nome já sugere, refere-se ao processo realizado à mão em que a mão de obra é utilizada. Como citado anteriormente, na colheita de laranja o fruto é cortado com alicate e tesouras sem arrancar para não correr risco de danificação. A utilização de derriça não é recomendada, esta é mais indicada para frutos como o café. As vantagens desse tipo são:

  • antecipação da colheita;
  • seleção dos melhores frutos;
  • menor dano mecânico.

Porém, há desvantagens e de forma econômica da empresa ela pode interferir diretamente em:

  • baixa produtividade;
  • maior custo na mão de obra;
  • cobertura de pequenas áreas.

Colheita semimecanizada

Consiste na utilização de equipamentos como colhedora e colheitadeiras. Dessa forma, reduz a mão de obra e otimiza o trabalho. As principais vantagens deste método são:

  • maior eficiência;
  • conforto para o trabalhador;
  • maior segurança;
  • reduz as perdas;
  • permite exploração de áreas mais extensas.

Contudo, é um modelo que também traz suas desvantagens e entre elas, podemos destacar:

  • maior incidência de danos mecânicos;
  • desuniformidade de maturação das laranjas.

Colheita mecanizada

É o método que é utilizado 100% das máquinas em todo o processo abrangendo tratores, colhedoras e armazena todos os frutos para o processo da pós-colheita. As principais vantagens deste método são:

  • máxima produtividade;
  • colheita programada;
  • redução de tempo.

As principais desvantagens desse método são os altos custos de investimento, além de ser fundamental a especialização de operadores para utilizar os maquinários. É preciso realizar um bom planejamento para instalação deste tipo de colheita. Além disso, conhecer os equipamentos utilizados é fundamental. Confira, no próximo tópico quais são.

Colheita de laranja: quais são os equipamentos?

Ter um maquinário de qualidade é essencial para evitar problemas com muitas manutenções, principalmente na cultura de citros em que essa etapa é bastante intensa. De forma geral os principais equipamentos utilizados são tratores, colheitadeiras e caminhões.

Tratores

Fundamentais para maior robustez no campo. Tratores estreitos são os mais recomendados conforme o espaçamento da cultura, que delimita em média 6 metros entre as linhas. Também podem ser utilizados para aplicação de produtos fitossanitários de forma periódica para evitar proliferação de doenças e infestações. E lembre-se sempre de realizar sempre as suas manutenções.

Colheitadeiras

Muito utilizada na agricultura de precisão em que o foco é o desperdício zero. Os equipamentos são voltados para as características da citricultura. Elas são estreitas, equilibradas e altas. Outro ponto das novas colheitadeiras atuais é que o sistema não é travado impedindo que o fruto sofra menor o dano mecânico possível.

Caminhões

Indispensáveis para o transporte desde a empresa até o consumidor final. Afinal, o principal transporte brasileiro é o rodoviário, responsável pelo escoamento dos frutos para exportação que chega a 98% no país. Contudo, antes da exportação, é necessário realizar os cuidados pós-colheita dos frutos para aumentar sua durabilidade. Veja a seguir.

Cuidados pós-colheita da laranja

Após a colheita dos frutos, é necessário realizar procedimentos de higienização e avaliação das laranjas. É feita a lavagem, descontaminação e após isso, são devidamente identificados e embalados. O passo a passo do período pós-colheita são:

  • é feita a recepção dos frutos com identificação e procedência para rastreabilidade a fim de avaliar possíveis pragas quarentenárias (como a mosca das frutas);
  • é realizada a lavagem com sanitizantes recomendados de acordo com a legislação vigente;
  • após isso, faz a seleção de frutos, retirando os danificados mecanicamente, frutos verdes, frutos maduros, afetados por doenças e pragas;
  • faz a classificação para unificação da linguagem de mercado;
  • coloca em embalagens como caixas plásticas;
  • armazena com temperatura média de 5° C com umidade relativa do ar entre 90 e 95% por até quatro semanas.

Realizar estes cuidados proporciona a colheita de laranja com qualidade, maior economia e aproveitamento dos frutos para exportação principalmente com uma colheita mecanizada, afinal, esta etapa é a mais esperada e valiosa de todo o processo, portanto executá-la corretamente será indispensável.

O conteúdo ajudou a compreender melhor como funciona todo o processo deste citrus bastante influente na economia brasileira? Então, continue explorando o blog da Armac e confira o nosso conteúdo sobre degradação do solo, fator crucial na agricultura.

Inclusive, caso esteja em busca de implementos como roçadeiras e tratores de rodas com grades, confira nosso portfólio. Seja na cidade ou no campo, conte sempre com a Armac!