3 dicas que vão te ajudar na preparação do solo

  • Agronegócio

Um terreno fértil é um recurso extremamente relevante para definir as chances de sucesso ou fracasso de qualquer atividade do agronegócio. A produtividade está diretamente relacionada a essa característica, que pode ser mudada com algumas ações. Pensando nisso, separamos algumas dicas que vão te ajudar na preparação do solo.

O lado bom disso tudo é que, com um pouco mais de conhecimento sobre o assunto e adotando determinadas medidas estratégicas, você pode garantir terras muito mais abundantes e propícias às suas demandas e necessidades. Continue lendo o artigo e descubra como fazer isso!

Qual a importância da preparação do solo?

Não é novidade para ninguém que a preparação do solo é fundamental para a produtividade no agronegócio. É um processo muito importante extrair o máximo do terreno e proporcionar um bom potencial de desenvolvimento do sistema radicular. O preparo adequado também serve para evitar uma série de problemas, como a erosão e a compactação da terra.

No entanto, nem sempre isso é feito do jeito certo e com os equipamentos recomendados. As técnicas disponíveis para isso podem ser muito mais eficientes com o uso de aparelhos agrícolas, que fornecem um trabalho de melhor qualidade e com um custo-benefício excepcional, inclusive em termos de economia de tempo.

Como o uso de maquinário pode ajudar na preparação do solo?

Agora que você já aprendeu um pouco mais sobre a importância da preparação do solo, vamos mostrar de que maneiras um maquinário de boa qualidade e bem empregado pode ajudar nesse desafio. Acompanhe!

Menor uso de mão de obra

Uma das formas pelas quais o maquinário pode ajudar na preparação do solo é reduzindo a necessidade de contratação de mão de obra. Essa é uma das despesas mais elevadas do agronegócio e também um dos itens que dá mais trabalho para os produtores, mas que pode ser muito melhor gerenciado quando você conta com os equipamentos certos.

É difícil achar profissionais bem capacitados, e a tecnologia surge para dar uma solução a diversas tarefas da produção, especialmente a colheita. Além disso, as máquinas elevam a qualidade dos produtos, garantindo maior integridade e higiene. A mecanização também traz mais precisão, diminuindo o desperdício de alimentos.

Maior economia de tempo

O tempo é um dos recursos mais valiosos nos dias de hoje, e a economia dele é mais um dos inúmeros benefícios que você experimenta ao usar máquinas na preparação do solo. Elas otimizam todo o processo e atuam de acordo com as suas demandas e necessidades, desde a etapa de preparo até o final da colheita.

Com equipamentos adequados, tudo fica mais ágil e até mesmo produções de alta escala são impactadas positivamente. Você não perde a janela de plantio, e áreas que demandariam meses de trabalho serão resolvidas em semanas. Você pode, ainda, conseguir produtos mais uniformes e uma produção intensa, com um investimento de retorno garantido.

Redução na utilização de recursos

Em um primeiro momento, você pode até pensar que a mecanização pode custar muito caro. No entanto, o fato é que ela proporciona uma tremenda economia de recursos, principalmente se você considerar a opção de alugar os equipamentos. Essa escolha vem chamando a atenção do mercado e proporciona muitos benefícios.

Além disso, com as máquinas alugadas, você não vai precisar contratar tantos funcionários, o que diminuirá suas despesas com pessoal. Como a área coberta também poderá ser maior e o trabalho feito em menos tempo, a produtividade elevada se traduzirá em lucros. Isso para não falar, mais uma vez, que o desperdício é muito menor.

Quais as dicas para uma boa preparação do solo?

Você já aprendeu sobre a importância da preparação do solo e viu como um maquinário de boa qualidade pode ajudar nesse desafio. Agora, vamos às dicas para que você faça uma excelente preparação no seu terreno. Confira!

1. Identifique a época ideal para o trabalho

A primeira dica para uma boa preparação do solo é identificar qual é a época certa para fazer isso. Essa tarefa dependerá de uma série de características e detalhes, mas existem alguns caminhos que são mais tradicionais nesse sentido. Por exemplo, muitos produtores começam o preparo assim que haja umidade no solo suficiente para facilitar o corte do terreno.

Outra opção é começar no final de uma época de chuvas e terminar o preparo às vésperas da próxima temporada de chuvas. A grande vantagem de tal escolha é que a terra ficará exposta ao sol durante alguns meses, o que contribui para que ervas invasoras não resistam e, com isso, as chances de uma nova infestação sejam menores.

2. Conheça os diferentes tipos de preparo

Existem diferentes tipos de preparo de solo, e eles estão relacionados, sobretudo, ao sistema de plantio escolhido. No convencional, o produtor faz uma aração e duas gradagens no terreno, o que ajuda na quebra de possíveis torrões presentes, auxiliando no controle de plantas daninhas e facilitando a deposição de sementes no momento do plantio.

O plantio direto mantém a matéria orgânica de cobertura, a partir da rotatividade de culturas. Ele é vantajoso do ponto de vista financeiro, pois é mais econômico, mas pode demandar um uso maior de herbicidas. Também há o sistema de cultivo mínimo, que revolve um pouco o solo e demanda menos recursos, mas também tende a ser menos produtivo.

3. Evite os problemas que podem surgir

Por fim, a última de nossas dicas para uma boa preparação do solo é que você se antecipe e tente evitar os problemas que possam surgir no seu terreno. Um dos mais comuns é a compactação do solo, que pode ser aumentada se o tráfego de máquinas agrícolas e tratores for realizado de maneira descoordenada.

Para evitar que isso ocorra, você deve investir em equipamentos modernos e de boa qualidade, que sejam eficientes e contem com a melhor tecnologia disponível. Além disso, você pode se valer da aplicação de corretivos e fertilizantes, a fim de elevar sua permeabilidade e a absorção de água.

Como você pôde ver, a preparação do solo depende de uma série de fatores e é um ponto primordial para que a sua plantação tenha sucesso. Por isso, não abra mão de contar com os melhores equipamentos e cogite a locação de maquinário para conseguir uma maior efetividade.

Gostou de conhecer essas dicas que vão te ajudar na preparação do solo? Então, que tal compartilhar o post em suas redes sociais?