Bagaço de Cana: conheça sua importância e utilidades

  • Usinas

O bagaço de cana é resultado do processo de moagem da cana-de-açúcar e, antigamente, esse resíduo era descartado. Hoje, tornou-se um insumo amplamente utilizado em usinas. Seu potencial como energia renovável vem ganhando destaque aos olhos das indústrias e grandes investidores do mercado sucroenergético.

É possível produzir diversos outros produtos que são renováveis a partir do bagaço de cana. Logo, essa valorização por parte dos investidores vem do fato que, esse produto entrega mais perspectiva de mercado a longo prazo do que a própria produção de etanol e de açúcar. Além disso, é um produto que pode gerar fertilizantes, adubos e até cimento! Outra utilidade cotidiana está na complementação alimentar de animais.

Para saber todos os detalhes sobre o bagaço de cana, confira o post!


Equipamentos para usinas de etanol e açúcar

Plantio, movimentação e alimentação de caldeiras


Como o bagaço de cana é obtido?

Existem diversos processos no setor produtivo. O fluxo de obtenção do bagaço de cana não é diferente. Primeiro, há a colheita da cana. Depois vai para a fase de pesagem, em que também são retiradas amostras para teste e análise de qualidade.

O terceiro passo é a mesa de lavoura, no qual se reúne todo o material para a análise química. Nessa etapa, são qualificados o teor molecular e o açúcar. Em seguida, existe a moagem, quando o caldo é separado do bagaço.

Então, o bagaço é destinado para a produção de energia. Isso é feito em caldeiras, onde o produto é queimado e gera vapor, promovendo a energia que será direcionada para a indústria. A eletricidade é utilizada nesse setor em larga escala.

Quais máquinas são utilizadas?

Várias máquinas são utilizadas até o processo de obtenção do bagaço de cana. Durante as etapas agrícolas para produção da cana, são utilizados tratores, pás carregadeiras, escavadeiras hidráulicas, retroescavadeiras, caminhão pipa e motoniveladoras.

Para lidar com o bagaço, são exigidas máquinas robustas, pesadas e de alto rendimento, como:

  • pás carregadeiras, capazes de carregar materiais pesados;
  • empilhadeiras para organizar os produtos armazenados nas big bags,
  • caminhões basculantes, que podem mover grande quantidade de produtos na caçamba;
  • entre outros.

Qual é a importância desse subproduto da cana?

O papel desse material de bagaço de cana é destinado como uma energia sustentável para produção energética. Porém, também é utilizado para diversas produções, como celulose e etanol, alimento de animais, adubo para o solo, cimento. Visto esse amplo uso, é um subproduto importante e lucrativo e seu descarte não é aconselhável, visto que pode ser amplamente utilizado. Confira mais sobre cada um abaixo:

Energia elétrica em usinas

A energia elétrica é gerada em usinas por meio do bagaço de cana. Essa é uma matéria-prima extremamente versátil. É possível contribuir com uma matriz geradora de energia renovável e limpa por meio da queima e produção de energia mediante o vapor produzido.

Sendo assim, essa é uma maneira sustentável de obter a energia elétrica, o que se configura como uma das principais funções do bagaço de cana.

Fertilizante de celulose

Essa matéria-prima tem o objetivo de utilizar o material biodegradável no solo, para uma decomposição que gera crescimento acelerado para os vegetais. É possível ser utilizada em larga escala na agricultura.

O uso do bagaço de cana como fertilizante gera benefício para a produção brasileira, que pode depender menos de produtos importados. Isso porque, ao utilizar a fibra da celulose à base de bagaço de cana, alguns nutrientes são gerados como o nitrogênio, potássio e fósforo, muito úteis para o desenvolvimento orgânico.

Alimento de gado

Com o fim de gerar alimentação rica em fibras para animais em situação de confinamento, apesar de não ser nutritivo, esse produto gera bastante volume para os alimentos e é uma excelente fonte fibrosa nas dietas.

Para o uso bovino, é ótimo para a produção de saliva. Isso contribui para o pH ruminal. Pode compor de 10 a 20% da alimentação, junto a insumos energéticos e altamente nutritivos para completar a alimentação adequada.

Cimento

Outra grande utilidade do bagaço de cana é o resíduo da biomassa destinada para substituir o uso do cimento. Esse material é capaz de compor tijolos resistentes e com um excelente custo-benefício.

Esse reaproveitamento impulsiona a economia de diversas regiões do Brasil, em especial, por conta de seu preço mais acessível do que outros tipos de cimento e resistência eficiente para a construção de residências. É uma excelente opção para construir imóveis em áreas menos desenvolvidas economicamente.

Novos estudos

O etanol de segunda geração, também retirado da cana, é outra excelente opção que está em estudo. Nesse caso, o bagaço e a palha são direcionados para essa produção de material de segunda geração, a outra metade é destinada para a produção energética.

Muitos estudos estão em andamento para ampliar cada vez mais a utilização desse material extremamente versátil e produtivo, a fim de contribuir para a economia nacional.

Por conseguinte, esse material é muito rico para a economia do país e pode se tornar ainda mais com novos estudos. É importante para a utilização da matéria-prima em sua totalidade.

Afinal, a cana é utilizada para produção de açúcar e etanol em seu líquido, enquanto a palha e bagaço de cana são destinados à produção de adubos e fertilizantes do solo, além de alimentação do gado, com excelente fonte de fibras, e a produção de cimento, que ajuda na construção de residências em zonas com menor acesso econômico brasileiro.

Esse subproduto apresenta grande expansão, desde a produção de calor para posteriormente ser utilizada na geração de energia, trata-se de uma ação sustentável importante no meio industrial. Atualmente, a maioria das usinas que utilizam o bagaço de cana de açúcar como fonte energética produzem sua própria energia internamente.

É um produto mais barato, que, ainda, gera produção energética, auxiliando amplamente a produção industrial. Assim, o bagaço de cana é uma matéria-prima que deve ser muito valorizada no Brasil, por todos seus benefícios.

Gostou do conteúdo? Quer se aprofundar ainda mais em conteúdos desse tema? Então, visite nossa seção de usinas do blog!