O que são os custos diretos e como se diferenciam dos custos indiretos?

  • Gestão

Existem empresários e gestores no mercado que não têm conhecimento sobre os custos diretos, indiretos, fixos e variáveis envolvidos na produção de serviços e produtos de suas empresas. A falta desse tipo de informação é extremamente prejudicial para a saúde financeira de qualquer empreendimento.

Por isso, há a exigência de uma gestão de custos eficiente para alcançar resultados mais expressivos. Afinal, essas informações são fundamentais para determinar a lucratividade dos produtos e serviços produzidos e encontrar maneiras de otimizar o processo.

Portanto, para não terminar o mês no vermelho e garantir lucros ao negócio, é muito importante entender o que são os custos diretos e como eles se diferenciam dos indiretos. Continue acompanhando para saber mais!

O que são custos diretos?

De forma breve, podemos afirmar que os custos diretos são todos os valores envolvidos na produção de produtos e serviços que podem ser facilmente mensuráveis e não exigem muitas contas para serem identificados. Dessa forma, será possível avaliar o total gasto para o desenvolvimento de diferentes itens e como esses valores interferem no orçamento da organização.

Confira alguns custos diretos envolvidos na produção:

  • aquisição de matéria-prima;
  • mão de obra especializada;
  • equipamentos e maquinário;
  • materiais de embalagem.

Os custos diretos são quantificáveis, possibilitando determinar exatamente a precificação da mão de obra e os recursos necessários para o processo de produção. Como o seu nome propõe, sem eles, não seria possível entregar um produto ou serviço no mercado.

Existem outros tipos de custos, como os fixos — que envolvem valores que não mudam e, por isso, são previsíveis —, os variáveis — que são menos previsíveis ou mais sujeitos a oscilações — e, por último, os indiretos.

As diferenças entre os custos diretos e indiretos

Ao contrário dos custos diretos, em que é possível avaliar o total gasto durante o processo de desenvolvimento, os indiretos são muito mais complicados de serem determinados. Nesse sentido, eles são valores que se relacionam diretamente com o produto ou serviço produzido e, por isso, não são tão claros e exigem alguns critérios de rateio para determinar os gastos.

Entre alguns fatores que podem impactar os custos indiretos, temos:

  • gastos com energia elétrica;
  • equipamento de escritório;
  • prestadores de serviços terceirizados;
  • aluguel de galpões;
  • seguros e taxas de manutenção.

Portanto, ainda que a produção precise de energia elétrica para funcionar, existem outras atividades que dependem desse recurso e, por isso, os gastos não são exclusivos do processo. Assim, os custos indiretos podem variar de acordo com as necessidades do negócio, dificultando a exatidão do cálculo.

Ainda assim, é preciso incluí-los nos custos de produção. Para isso, é utilizado o critério de rateio, a fim de chegar a um valor aproximado referente ao uso dos recursos. Dessa maneira, é possível dividir o total gasto pela quantidade produzida e alcançar um resultado capaz de ajudar a calcular o custo final de produção.

Como otimizar a gestão de custos?

Saber diferenciar os custos diretos e indiretos é crucial para um planejamento financeiro eficiente em sua empresa. Nesse cenário, uma gestão de custos se mostra a melhor alternativa para ampliar os horizontes e enxergar com precisão os recursos investidos e o retorno desse investimento.

Com uma boa gestão de custos, fica muito mais prático estabelecer uma margem de lucro para a empresa crescer e evoluir as suas operações. Por isso, adotar esse tipo de estratégia é crucial para sobreviver em um mercado extremamente competitivo e se manter relevante. 

Dessa forma, você terá impacto direto na redução de custos, aumentando os lucros enquanto oferece produtos e serviços com maior qualidade. Além disso, a gestão de custos também oferece menores riscos à sustentabilidade do empreendimento e traz maiores diferenciais competitivos para empresas de diferentes nichos se destacarem no mercado.

Confira os principais pontos para você otimizar a sua gestão de custos.

Tenha um registro de gastos

Agora que você viu o que são os custos diretos e as suas diferenças para os indiretos, é necessário marcá-los e registrá-los para assegurar a eficiência de sua gestão. Para isso, você pode separá-los em categorias e subcategorias, a fim de melhorar a organização e facilitar a identificação dos valores para avaliar o que pode ser cortado sem impactar a qualidade dos seus produtos e serviços.

Fique atento aos valores em estoque

Ter um estoque parado ou muito cheio pode ser um forte sinal de prejuízo. Portanto, para alcançar uma gestão de custos eficiente, é crucial avaliar os itens guardados e determinar um valor adequado à sua demanda e aos prazos de entrega dos fornecedores.

Invista em soluções tecnológicas

A tecnologia é a principal aliada das empresas de diferentes setores. Esse investimento traz maior produtividade, autonomia, eficiência e praticidade a diferentes tipos de tarefas. Por isso, contar com um software de gestão de custos servirá como auxílio aos empresários e gestores que não dominam o processo com uma visão geral e detalhada sobre os gastos e lucros do negócio.

Considere a terceirização de equipamentos e maquinários

A fim de desenvolver uma boa gestão de custos, é necessário identificar despesas desnecessárias e eliminá-las para assegurar uma boa margem de lucro e possibilitar o crescimento do empreendimento. Uma empresa especializada em construção civil, ao investir em um equipamento, pode fechar o mês no vermelho ao desconsiderar os custos que esse tipo de aquisição exige.

Nesse sentido, a terceirização se mostra a melhor alternativa para quem quer reduzir custos sem perder a qualidade. A locação de máquinas pesadas e equipamentos é uma estratégia que muitas empresas do setor vêm adotando para potencializar seus resultados sem comprometer o orçamento da obra.

A terceirização traz uma série de benefícios, como a inexistência de vínculo empregatício com a empresa, custos menores, equipamentos novos e modernos, serviço especializado e com profissionais capacitados, entre outros.

Ao optar pelo aluguel de máquinas com a Armac, você terá a certeza de que contará com os recursos necessários para dar continuidade ao seu projeto sem estourar o seu orçamento e se mantendo dentro do prazo. Assim, além de reduzir as despesas, você contará com meios eficientes de produzir com maior qualidade e de destacar a excelência de seus produtos e serviços.

Pronto! Como você pôde ver, conhecer os custos diretos e indiretos do seu negócio é fundamental para uma gestão de custos eficiente. A locação de máquinas e equipamentos com a Armac oferece excelentes diferenciais para melhorar os seus resultados, como frota nova, manutenção preventiva, logística eficaz e equipe de manutenção especializada.

Portanto, aproveite para conferir o nosso portfólio de máquinas e equipamentos e, caso tenha alguma dúvida, entre em contato com um de nossos consultores!