8 equipamentos e estruturas que são essenciais para sua obra

  • Engenharia

Os equipamentos e estruturas usadas na construção civil são essenciais para cumprir as necessidades técnicas de desempenho. De fato, esse tipo de mercado oferece uma ampla variedade de opções, e você precisa conhecer as principais para tomar decisões estratégicas com foco em aumentar a produtividade.

Para te ajudar nesta tarefa, vamos mostrar neste artigo 8 tipos de equipamentos e estruturas e como eles se encaixam com os serviços mais frequentes e exigentes do setor. Siga com a leitura!


Locação de Equipamentos – Alugue Online

O equipamento ideal para o seu projeto aqui


1. Caminhão basculante

Indispensável para fazer a retirada de entulhos da obra, o caminhão basculante tem uma traseira articulada que agrega praticidade e dinamismo. Também conhecidos como caminhões caçamba, eles também são muito eficientes em movimentar grandes volumes de cargas, como: areia, terra, brita e uma série de outros materiais inerentes ao setor da construção civil.

Costumeiramente usado em obras que tenham terraplanagem e movimentação de entulho, estão também presentes na mineração para auxiliar em atividades de escavações, serviços de demolições e outros tipos de processos produtivos.

Muito da sua utilidade se baseia no formato da traseira, que conta com uma proposta articulada, trazendo mais segurança no transporte e praticidade no momento de fazer a descarga.

Principais tipos de caminhões basculante

Na busca pelo melhor tipo de caminhão basculante para operar em sua obra, é necessário levar em consideração a quantidade de carga que precisa ser transportada. Afinal de contas, cada opção de caminhão tem capacidades diferentes e outros fatores que influenciam nos resultados, como as diferenças em relação aos eixos, que são duplos ou simples, presentes na parte traseira ou dianteira.

O caminhão basculante toco (semipesado) consegue transportar, com facilidade e segurança, até 6 toneladas. Possui dois eixos com opções simples ou duplas para o traseiro. Outra opção é o Truck (pesado), que também é conhecido como trucado e tem um eixo duplo na carroceria, o que é um grande diferencial por permitir transportar cargas mais volumosas.

Já o Bitruck conta com dois pares de eixos que ficam tanto na parte da frente quanto nas traseiras. Eles precisam ser direcionais para que o motorista do caminhão possa ser guiado durante a realização do trabalho, e a tração das rodas nos traseiros permite que a força do motor seja distribuída entre elas.

2. Plataformas elevatórias

Chamadas também de plataformas de trabalho aéreo (PTA), elas trazem mais praticidade ao executar os serviços no ambiente da construção civil e da indústria em geral. Elas têm funções muito parecidas com os andaimes, mas apresentam algumas diferenças predominantes no funcionamento, em destaque, a segurança.

Por serem estrategicamente estreitas, as plataformas elevatórias permitem alcançar os lugares mais difíceis de chegar de maneira bastante segura e ágil para que os trabalhadores do setor consigam executar suas diversas tarefas durante os projetos.

Essa abrangência ilimitada das plataformas elevatórias nas movimentações pode ser executada com facilidade em terrenos irregulares com grande versatilidade na utilização. Principalmente, quando a plataforma escolhida for do modelo articulada.

3. Caminhão pipa ou comboio

O caminhão pipa é muito utilizado no abastecimento de reservatórios em processos feitos pela prefeitura das cidades ou em situações em que acontece falta de água. No entanto, ele também tem seu lugar na construção civil.

O principal motivo é a capacidade de transportar altos volumes de água para a obra em uma tática usada na construção civil para aumentar a umidade do solo e estruturas e, dessa forma, controlar a poeira emitida nas movimentações.

Já o caminhão comboio tem como principal uso o transporte de líquidos inflamáveis, como combustíveis e lubrificantes essenciais para que as demais máquinas da obra funcionem corretamente e que os operadores não necessitem traçar grandes rotas de abastecimento.

4. Rolo compactador

Esse tipo de equipamento é utilizado em solos que precisam ser preparados de uma forma específica. Além disso, são responsáveis por preencher o solo, suprimir materiais e estabilizar superfícies.

Também tem uso recorrente em terraplanagem e ruas que foram recém asfaltadas. Dentre os muitos tipos de rolo compactador, os destaques na construção civil são os pé de carneiro e os lisos. Os mini rolos, operados por controle remoto, também são atrativos as obras que possuem demandas em áreas de risco aos operadores.

5. Motoniveladora

A motoniveladora se destaca quando o assunto é a necessidade de nivelação. Esse tipo de equipamento é usado principalmente em obras de rodovias e áreas agrícolas. Sua função é preparar o solo para receber a construção e nivelá-lo ou executar a terraplanagem.

Com o uso das lâminas inseridas na máquina, ela potencializa a capacidade de deixar as superfícies mais inclinadas ou até mesmo em formatos transversais. Entretanto, existe a chance de fazer ajustes pontuais para que a motoniveladora consiga realizar com perfeição outros tipos de serviços.

6. Escavadeira

Extremamente versátil, a escavadeira grande hidráulica pode ser usada em projetos de demolição de construções, escavação de solos e outros, sem contar as ferramentas classificadas como adicionais, ou implementos.

Dentro das necessidades que fazem parte das atividades no canteiro de obras, a escavadeira consegue movimentar rochas e terras, remover resíduos e entulhos, perfurar terrenos, cavar buracos e perfurar a terra em aterros sanitários.

7. Retroescavadeira

A retroescavadeira está no topo da lista de equipamentos que são mais usados em obras. Todo esse sucesso acontece por conta da eficiência da máquina e pela funcionalidade, com duas principais funções ao mesmo tempo: carregadeira e escavadeira.

Assim, fica mais simples ter um equipamento eficiente tanto em grandes escavações quanto no carregamento de caminhões. Algumas opções, inclusive, apresentam um rompedor hidráulico que é usado para romper resíduos sólidos.

8. Estruturas metálicas

Por conta do avanço na popularização das estruturas, elas ganham cada vez mais espaço na área da construção civil. São mais sustentáveis de modo geral e ainda facilitam e agilizam todos os processos dentro da realidade de uma obra.

As estruturas metálicas, por exemplo, representam um tipo de sustentação responsável por substituir a alvenaria tradicional. É feita por uma série de materiais metálicos e o que predomina é o aço. Entre os seus principais diferenciais, estão mais rapidez, peças menores e mais leves, menor tempo de fabricação e peças únicas.

Agora ficou claro quais são os principais equipamentos e estruturas para usar em obras. O melhor caminho, em uma situação como essa, é procurar por opções de equipamentos com extrema qualidade e que se encaixam às necessidades do trabalho. Com os serviços oferecidos pela Armac, você encontra uma parceria estratégica para a sua operação.

Gostou das informações do artigo? Então, acesse os perfis da Armac no YouTube e no LinkedIn para ficar por dentro dos serviços personalizados e assuntos diversos!