Movimentação de carga: como fornecedores de equipamentos auxiliam nisso?

  • Logística

As cargas envolvem muitos cuidados em relação ao armazenamento e ao transporte, considerando que esse último se dá em grandes quantidades. É o caso do granel sólido agrícola, como farelo de soja, milho, soja, farelo de milho, fertilizantes e assim por diante. A movimentação de carga, especialmente dessa natureza, requer o uso de equipamentos específicos que garantam a integridade do produto, afastem acidentes e evitem desperdícios.

Porém, comprá-los nem sempre é viável devido ao preço. A locação torna-se, portanto, uma solução mais acessível.

Veja a seguir como os fornecedores de equipamentos podem ajudar nessas operações delicadas! 

Os equipamentos necessários à movimentação de carga

Os equipamentos usados na movimentação de carga (envolvendo carga, descarga, armazenagem e transporte) incluem, por exemplo:

Cada um desses equipamentos/veículos tem suas funções, sendo necessário saber utilizá-los corretamente, pois o uso incorreto pode causar problemas com a carga e expor o operador a riscos desnecessários.

Além disso, cada equipamento utilizado tem capacidade para aguentar apenas um peso e um volume específicos. Quando não se respeitam esses limites, os acidentes e outros problemas podem acontecer.

Movimentar cargas é uma atividade que envolve perigos e, geralmente, o risco envolve a queda da própria carga ou do equipamento que realiza a movimentação, prejudicando não só esses fatores, mas também a máquina, as pessoas e o patrimônio delas.

Os EPIs usados na movimentação de carga

Tenha em mente que equipamentos que realizam a movimentação de carga estão na categoria de máquinas pesadas. Portanto, oferecem grandes riscos aos operadores, se não forem devidamente utilizados. Assim, o uso de equipamentos de proteção é essencial.

Os EPIs mais comuns na rotina de trabalho de quem lida com equipamentos pesados são:

  • os capacetes e os protetores impermeáveis (cabeça);
  • os óculos de segurança (olhos);
  • os protetores auriculares do tipo concha ou plug (ouvidos);
  • as luvas (membros superiores);
  • as máscaras para proteção contra partículas no ar (vias respiratórias);
  • as botas e as perneiras (membros inferiores).

O dimensionamento incorreto dos equipamentos

Entre as causas relacionadas ao dimensionamento incorreto dos equipamentos usados na movimentação de carga, podemos citar:

  • falta de inspeção completa do equipamento e de seus acessórios;
  • equipamento não adequado para determinada carga;
  • presença de obstáculos que precisam ser transpostos;
  • capacidade de carga do terreno, dos acessórios e dos cabos ter sido subavaliada;
  • inabilidade do operador.

Outros fatores são: caraterísticas do terreno, local inadequado, condições ambientais adversas (chuva, vento), falhas estruturais no equipamento, dimensões e peso das cargas, além de acessibilidade do equipamento e da carga.

Os riscos devido ao envolvimento dos trabalhadores

A queda na carga e nos acidentes envolvendo trabalhadores apresentam causas como:

  • características das cargas que serão transportadas, especialmente em sua geometria;
  • passagem de equipamentos nas proximidades;
  • dificuldades no manuseio da carga por causa da falta de pontos de pega apropriados;
  • falta de um isolamento adequado na área;
  • presença de muitos obstáculos;
  • peso em excesso ou concentrado das cargas;
  • muitas pessoas nas proximidades da operação;
  • movimentação de carga dentro de território proibido;
  • falta de sinalização adequada para evitar riscos no ambiente;
  • cargas com extremidades agudas.

Muitas vezes, é necessário içar cargas por meio de guindastes ou outros equipamentos. Mesmo que o projeto tenha sido desenvolvido para proporcionar segurança, alguns fatores podem interferir.

Por esse motivo, é fundamental monitorar todas as variáveis, respeitando a capacidade máxima do equipamento e proibindo a circulação de trabalhadores e de outras pessoas sob as cargas suspensas. Além disso, torna-se importante verificar se as máquinas têm alarme sonoro para momentos em que for preciso dar marcha à ré e ativar a buzina quando a máquina estiver perto de outros funcionários.

A movimentação de cargas a granel

A movimentação de cargas a granel pode ser feita usando equipamentos, com grande eficiência. As pás-carregadeiras (PCs), por exemplo, são ferramentas muito usadas nessa movimentação, inclusive de fertilizantes.

Deve-se ter atenção à capacidade da ferramenta, bem como se o peso levado respeita os limites de segurança e boa operacionalidade do equipamento.

Os fornecedores de equipamentos

Os fornecedores de equipamentos para movimentação de carga podem fazer toda a diferença, pois a compra dessas máquinas envolve custos e cuidados especiais. Considere, por exemplo, que é preciso realizar manutenções preventivas regularmente, garantindo assim o bom funcionamento delas.

As máquinas tendem a se desgastar devido ao uso. Podendo ocorrer interferências como parafusos frouxos, engrenagens gastas e os motores sem lubrificação. As manutenções preventivas têm, por objetivo, evitar esses problemas e diminuir os riscos associados a acidentes de trabalho. De qualquer modo, a manutenção corretiva se fará necessária em alguns momentos, ou seja, será preciso consertar peças quebradas.

Compra vs Locação

São três pontos principais a considerar quando falamos em compra de equipamentos de movimentação e transporte de cargas:

  • o prazo para a entrega das máquinas, pois é preciso esperar que elas sejam entregues, isto é, há um período mínimo entre a compra e o recebimento do maquinário;
  • a manutenção e a reposição, caso aconteça algum problema;
  • de que maneira o equipamento vai efetivamente ajudar nas suas movimentações.

Quando analisamos essas questões, percebemos que o custo-benefício com a locação desses equipamentos é mais vantajoso em relação à compra deles, pois gera economia de dinheiro e de tempo, bem como contribui para aumentar a produtividade.

Além de recorrer a uma locadora, é importante terceirizar os serviços, ou seja, contar com operadores profissionais que usam corretamente os equipamentos, reduzindo as possibilidades de acidentes. Esses trabalhadores estão preparados para realizar os trabalhos de movimentação de carga, usando os EPIs e aproveitando corretamente o potencial de cada máquina.

Os fornecedores de equipamentos podem dar uma contribuição valiosa durante os processos de movimentação de carga. A locação desses equipamentos é uma solução mais viável para a maioria das empresas, pois evita custos maiores, otimiza o tempo e a produtividade e reduz a quantidade de riscos (já que os serviços de operador das máquinas também podem ser terceirizados).

Precisa de equipamentos para movimentar cargas? Está pensando em comprar ou alugar? Então reflita sobre o que foi descrito no artigo acima. Aproveite para entrar em contato com a Armac Locação e veja como podemos lhe ajudar!