Para que serve uma pá-carregadeira?

  • Pás Carregadeiras

Muito utilizadas em diversos segmentos, as pás carregadeiras são máquinas capazes de carregar materiais como areia, brita, terra, entulhos e minérios. Potentes e versáteis, são excelentes para trabalhos em grandes e pequenas áreas. Saber para que serve uma pá-carregadeira inclui entender que ela executa diferentes funções, como coletar e transportar grandes volumes de materiais, suavizar, aplainar e empurrar materiais em geral.

Apesar de o seu nome remeter ao carregamento, a pá-carregadeira também pode ter outros usos, como nivelamento de terrenos. Em qualquer que seja a aplicação, é fundamental saber escolher a versão correta e usá-la de maneira otimizada.

A seguir, confira para que serve uma pá-carregadeira e entenda o que esse equipamento tem a oferecer!

COMO FUNCIONA A PÁ-CARREGADEIRA?

As pás carregadeiras dividem-se em alguns componentes fundamentais para o seu correto funcionamento. Os principais são:

  • o motor (a diesel, em grande parte dos casos);
  • os componentes hidráulicos (como bombas, motores e válvulas);
  • os componentes da transmissão (caixa de engrenagens, eixos, rodas/esteiras, bombas, motores etc.).

O motor fornece energia para o sistema hidráulico e a transmissão. Estes, por sua vez, movem o acessório frontal para manipular o material (areia, cascalho, cereais, entre outros) e as rodas para mover a máquina ao redor do canteiro de obras.

Dependendo do sistema hidráulico, ele ajuda a economizar combustível e torna a operação ainda mais eficiente, em termos de energia e gastos gerais.

QUAIS SÃO AS DIFERENÇAS ENTRE PÁ-CARREGADEIRA E RETROESCAVADEIRA?

Por causa do funcionamento aparentemente semelhante, é comum confundir esse equipamento com uma retroescavadeira. Inclusive, muita gente acha que ambas têm a mesma função, embora guardem algumas diferenças entre elas. Para entender melhor, veja quais são as principais distinções entre os componentes!

As atividades desempenhadas

Se você já sabe para que serve uma pá escavadeira, notou que ela tem múltiplas funções, desde carregar terra e mover componentes a aplainar o terreno. Ela é muito mais indicada nesses casos, especialmente em relação ao transporte de terra e outros componentes.

Já a retroescavadeira também pode ser utilizada para realizar pequenas escavações, por exemplo. Então, seu uso fica mais restrito a obras que exijam ainda mais versatilidade de atuação.

A grande eficiência de atuação

Normalmente,  a pá escavadeira é uma máquina maior e mais pesada, em relação, por exemplo, à retroescavadeira. Com isso, é uma alternativa excelente para quem deseja acentuar a execução de operações, o que aumenta a produtividade geral dos serviços.

Os custos associados

Em geral, uma pá escavadeira consegue entregar boa eficiência energética por causa do sistema hidráulico. Mas vale observar desde já que as pás carregadeiras são muito mais pesadas que as retroescavadeiras. Seu consumo, por conseguinte, acompanha esse aspecto.

Só para comparar, a retroescavadeira com maior peso operacional da Armac Locação tem 7.900 kg, enquanto a menor pá carregadeira do acervo tem 10.500 kg. Inclusive, vale a pena até mesmo contar com a avaliação da empresa de locação para distinguir quando pode ser interessante levar uma retroescavadeira para substituir uma pá carregadeira ou escavadeira.

QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS APLICAÇÕES DA PÁ-CARREGADEIRA?

Existem muitos tamanhos e potências de pá-carregadeira, produzidas por diferentes marcas e modelos. Cada uma é desenvolvida para fins específicos, de acordo com a aplicação e o ambiente em que será utilizada.

As pás carregadeiras sobre rodas podem ser utilizadas em todos os tipos de terrenos, desde os totalmente irregulares, com terra e lama, até pavimentados com asfalto ou concreto.

O equipamento é desenvolvido para aumentar a produtividade no momento de carregar, movimentar e descarregar caminhões e outros veículos, de diversas formas. Pode alimentar moegas, por exemplo. Também é uma ótima opção para quem quer executar outras tarefas, como:

  • tracionamento e manobra de vagões;
  • carregamento de big bags;
  • carregamento de paletes;
  • espalhamento de terra;
  • nivelamento;
  • movimentação de granéis sólidos;
  • movimentação e carregamento de produtos químicos;
  • movimentação de bagaço de cana;
  • carregamento de materiais rochosos;
  • serviços de terraplenagem;
  • abertura de estradas e passagens.

Usadas em uma infinidade de projetos e obras, as pás carregadeiras são aplicáveis para qualquer ramo que utilize máquinas pesadas. Independentemente do seu fluxo de trabalho, existe um maquinário disponível para locação ideal para sua empresa.

Em termos de setores, também há uma grande variedade para as aplicações desses componentes. Entre as opções, podemos citar:

  • mineração;
  • agroflorestal;
  • construção civil;
  • agronegócio;
  • indústrias químicas (como na produção de fertilizantes);
  • setor portuário.

QUAIS SÃO OS PRINCIPAIS TIPOS DISPONÍVEIS?

Além de entender para que serve uma pá-carregadeira, é essencial compreender que existe um modelo ideal para cada situação e ambiente. Os modelos variam segundo algumas características, como tamanho, peso operacional e potência. A seguir, veja quais são as diferenças principais!

O que é uma pá carregadeira - Komatsu W200

PÁS CARREGADEIRAS EM MENORES TAMANHOS E PESOS

Com até 12 toneladas de peso operacional, são ideais para trabalho em lotes menores, onde se exige precisão. Têm grande capacidade de manobra, são ágeis e executam o trabalho de carregamento com muita velocidade.

O que é uma pá carregadeira - JohnDeere 624K

PÁS CARREGADEIRAS EM TAMANHO MÉDIO

Têm máximo de 18 toneladas de peso operacional. São versáteis, têm excelente capacidade de manobra e são perfeitas para utilização em indústrias, terminais de reciclagem e serrarias.

O que é uma pá carregadeira - Volvol L110F

PÁS-CARREGADEIRAS EM TAMANHOS MAIORES

Com mais de 18 toneladas, apresentam altíssima potência e capacidade de cobrir áreas grandes em pouco tempo e com mais eficiência. Ideais para realizar o carregamento de materiais pesados.

QUAIS SÃO OS MODELOS DE PÁ-CARREGADEIRA SOBRE RODAS?

Os diferentes modelos de pá-carregadeira também dependem da marca e da linha escolhida. As opções variam em peso operacional, que determina qual é o impacto do equipamento e, potencialmente, a sua facilidade de movimentação de carga.

Outros critérios importantes são:

  • capacidade de carga, que indica o limite de movimentação;
  • altura máxima de descarga, que aponta até qual ponto a carga pode ser elevada para a descarga;
  • capacidade da caçamba, que demonstra, em volume, o quanto pode ser transportado.

A seguir, entenda quais são as melhores alternativas disponíveis e veja o que cada uma tem a oferecer!

 

Volvo L110F

A Volvo L110F é uma pá escavadeira com 18 mil kg de peso operacional e carga máxima articulada de 11,27 mil kg. Ao total, consegue fazer a descarga em uma altura máxima de 4,02 m, sem prejudicar a segurança. A caçamba tem capacidade máxima de 2,5 a 9,5 m³.

Sua cabine é fechada e tem ar-condicionado, além de apresentar uma troca de marchas segura e suave. Já a velocidade máxima é de 1700 rpm, o que é ideal para quem busca velocidade e intensidade no funcionamento.

 

Volvo L90F

Com a Volvo L90F, cujo peso operacional é de 15 mil kg, a capacidade de transporte é de 9,14 mil kg, em uma altura máxima de 3,96 m. A capacidade da caçamba varia de 2,2 a 7 m³.

Já a velocidade atinge 1700 rpm, o que confere agilidade e alta capacidade, embora seja mais leve que as outras opções. A cabine de operação é fechada e com ar-condicionado, o que favorece o conforto e o bem-estar do operador.

 

Volvo L70F

Mais uma alternativa é a Volvo L70F. Com tal opção, você tem um peso operacional de 12,7 mil kg e capacidade de transporte de até 8,11 mil kg. A altura tolerada é de 3,87 m, e o volume da caçamba varia de 1,8 a 6,4 m³.

Trata-se de uma opção com velocidade máxima de 1700 rpm, mas que é silenciosa por causa da tecnologia envolvida em seus motores. Além disso, há muita precisão na regulação de potência e um sistema hidráulico que se adapta à carga transportada.

 

Volvo L60F

Entre as opções, a Volvo L60F é uma das mais leves, sem deixar de ser eficiente. Seu peso operacional é de 11 mil kg, enquanto a carga máxima é de 7,15 mil kg por 3,87 m de altura de descarga, no máximo.

Sua caçamba tem capacidade variável de 1,6 a 5 m³, e a velocidade máxima alcançada é de 1700 rpm. A cabine fechada se destaca por ter uma visibilidade melhor em relação aos modelos anteriores, enquanto o motor é extremamente eficiente.

 

New Holland W170B

Na hora de entender para que serve uma pá-carregadeira, também é interessante conhecer a versão New Holland W170B. Seu peso operacional máximo é de 15 mil kg, com capacidade de levantamento de até 9,351 kg a uma altura de 5,34 m.

Sua capacidade de caçamba varia de 1,9 a 2,7 m³, dependendo das configurações de utilização. Enquanto isso, a velocidade máxima de transmissão pode chegar a 2000 rpm, uma das maiores do segmento.

 

New Holland W130B

Outra boa possibilidade é a New Holland W130B. Com peso operacional de 12 mil kg, consegue transportar até 10,855 mil kg a uma altura de 3,829 m de descarga. Com relação à caçamba, seu limite vai de 1,5 a 3 m³, com valor padrão de 2,1 m³.

O motor tem rotação máxima de 2000 rpm, o que garante uma boa intensidade de desempenho. Ao mesmo tempo, é uma alternativa com direção fácil de mudar, sistema hidráulico de alta performance e freios que oferecem segurança.

 

Komatsu WA320-6

A fabricante Komatsu é outra escolha interessante por causa da qualidade envolvida. Com isso, é possível ter os melhores resultados para diferentes aplicações, segundo as necessidades. Com peso operacional de 15 mil kg, o modelo WA320-6 se destaca. A caçamba tem capacidade variável de 2,7 a 3,2 m³, com altura máxima de descarga de 3,905 m.

A rotação máxima é de 2000 rpm, o que a torna muito eficiente. Também tem resposta imediata pela transmissão usada, operação descomplicada e um aumento no nível de eficiência geral.

 

Komatsu WA200-6

A pá-carregadeira Komatsu WA200-6 é um modelo mais leve, cujo peso operacional é de 10,65 mil kg. Tem uma capacidade de caçamba variável de 1,7 a 2,4 m³, com transporte máximo de 7,965 mil kg. Já a altura máxima de descarga chega a 3,705 m.

Ela tem rotação de 2000 rpm e também conta com um baixo consumo de combustível, graças à sua eficiência energética. Além do mais, oferece alto nível de confiabilidade e operação simples graças ao painel de controle direto.

 

John Deere 644K

A marca John Deere também se destaca entre quem deseja saber para que serve uma pá-carregadeira. Entre os modelos, uma das opções que vale a pena conhecer é o John Deere 644K. Com 18,16 mil kg de peso operacional, consegue transportar até 12,985 mil kg por 4,12 m. Além disso, a caçamba tem capacidade de 3,2 m³.

Sua carga máxima é a maior da categoria, o que garante máxima produtividade. Também tem um controle simples, o que exige menos esforço por parte dos operadores.

 

John Deere 624K

A pá-carregadeira John Deere 624K também é uma alternativa que se destaca pelos resultados elevados. São 15,185 mil kg de peso operacional e carga máxima de 12,006 mil kg. Já a capacidade da caçamba é de 2,7 m³, e a altura máxima de descarga é de 3,95 m.

A alternativa é ideal para garantir máxima visibilidade de operação, além de alta resistência dos componentes, o que entrega confiabilidade e segurança.

 

John Deere 544K

O modelo John Deere 544K é ideal para unir eficiência, custo-benefício e resultados diferenciados. Tem 12,82 mil kg de peso operacional e transporta até 9,619 mil kg. Sua altura máxima é de 3,82 m, e a capacidade da caçamba é de 2,3 m³.

O motor é mais silencioso e, como os demais da linha, evita a poluição do meio ambiente. Também é uma máquina fácil de operar e que ajuda a reduzir os custos produtivos, o que aumenta a lucratividade.

 

John Deere 524K

O foco do modelo John Deere 524K é a produtividade, com ótima capacidade de atuação. Seu peso operacional de 12,282 mil kg está conjugado a um transporte de até 9,411 mil kg em 3,77 m. Ao total, a capacidade da caçamba é de 2,1 m³.

Para os operadores, há um monitor multifunção e módulos de interruptores. Também conta com um sistema de resfriamento, o que ajuda a manter a potência.

POR QUE ALUGAR UMA PÁ-CARREGADEIRA?

Fazer a compra de uma máquina pesada não é, muitas vezes, a opção mais viável para as empresas, devido ao alto investimento. Por isso, mais que entender para que serve uma pá- carregadeira, é preciso compreender por que o aluguel é a melhor opção. Confira alguns dos principais motivos!

 

Atuação multifuncional

Em uma única obra, a pá-carregadeira pode servir não apenas para carregamento de minérios, areia, serragem e assemelhados, mas também para outras funções, como terraplanagem e transporte de matéria-prima, como metal e madeira.

Com isso, a locação de um só equipamento permite aumentar a capacidade de realização na obra, o que eleva a produtividade e diminui os custos gerais.

 

Versatilidade de utilização

Depois de descobrir para que serve uma pá-carregadeira, você notará que ela pode ajudar de diversos modos. Isso tem a ver com a sua versatilidade de atuação, pois o equipamento responde bem em diversas áreas e terrenos.

Com a locação de equipamento, você aproveitará a ótima tração e os pneus capazes de transitar em terrenos de difícil circulação. Isso aumenta o custo-benefício do aluguel, já que atende melhor às demandas específicas.

 

Variedade de modelos e características

Quando você adquire uma pá-carregadeira, passa a estar limitado apenas à versão selecionada. Ainda que essa alternativa seja versátil, não será possível utilizá-la em todas as situações.

Com o aluguel, é possível selecionar diferentes tamanhos, modelos e disposições. Assim, há a chance de escolher qual é o maquinário ideal para cada área de trabalho.

 

Contratação por tempo limitado

A compra de um equipamento desse porte é pensada no longo prazo, já que são itens feitos para durar. O problema é que, muitas vezes, a pá-carregadeira não está em uso constante. Isso leva a custos de depreciação e armazenamento, mesmo que o item não esteja em operação.

Já o aluguel garante que o equipamento esteja disponível durante todo o período de realização da obra e do projeto — seja por semanas, meses ou anos. Com isso, a empresa só precisa pagar pelo que for, de fato, usado.

 

Sem preocupação com manutenção

Como estamos falando apenas do aluguel, e não da compra, a manutenção é de responsabilidade integral da empresa que aluga. Assim, todos os custos e as obrigações de manutenção correm por conta da contratada.

Isso evita o impacto do Custo Total de Propriedade, elimina os gastos com manutenções preventivas e melhora a lucratividade geral do uso.

 

Aumento da produtividade

Como o mesmo equipamento pode ser usado em mais de uma função, há a chance de maximizar a sua utilidade. As máquinas são usadas em diversas situações e terrenos, então, é possível ter controle sobre a produtividade.

Além disso, a locação evita ter que se preocupar com paradas, além de permitir ter acesso aos componentes mais modernos e robustos.

O QUE CONSIDERAR AO ALUGAR UMA PÁ-CARREGADEIRA?

Considerando que a locação de pás carregadeiras é a alternativa mais em conta, é hora de se preocupar com esse processo. Antes de fechar contrato, é indispensável ter atenção a alguns fatores que devem influenciar a sua tomada de decisão.

Isso é importante para evitar problemas durante o uso, o que aumentaria os custos e até prejudicaria a segurança. Para não ter mais dúvidas, descubra quais cuidados com a pá- carregadeira são os mais importantes!

 

Tamanho

Uma das questões mais relevantes envolve o tamanho do equipamento que será alugado. Afinal, é preciso garantir que ele esteja de acordo com o canteiro de obras, sem desconsiderar as necessidades em relação à capacidade geral.

Nesse momento, vale pensar em características como o peso operacional. Quanto maior ele for, maiores serão as dimensões da máquina pesada. Em espaços menores, é preciso que o tamanho receba ainda mais atenção, para garantir que seja possível operar conforme o esperado.

 

Deslocamento

Outro ponto importante tem a ver com o deslocamento que será realizado. Afinal, depois de entender para que serve uma pá-carregadeira, ficou claro que ela pode se movimentar em terrenos diversos. Também serve para realizar aplainamento e nivelamento, mas só se estiver “capacitada” para isso.

Antes do aluguel, veja se o item tem a tração necessária para se deslocar, especialmente em um terreno desafiador. Caso a precisão seja extremamente importante, vale analisar essa habilidade em relação ao uso do equipamento.

O deslocamento vertical também não deve ser ignorado. Pense em qual é a altura máxima de descarga para ter a certeza de que o item atenderá as demandas em relação ao processo da obra, por exemplo.

 

Quantidade de material

Quando for escolher uma pá-carregadeira para alugar, também é indispensável refletir sobre a quantidade de material que deverá ser transportada. Como cada modelo tem uma capacidade específica, é indispensável ter o item que atende melhor a cada demanda.

Se for necessário transportar muitas toneladas de uma vez, a locação de um item com alta capacidade garante a produtividade. De forma oposta, pequenos volumes exigem equipamentos menores, de modo a não desperdiçar recursos com a subutilização.

No entanto, é preciso ter cuidado com a relação entre capacidade, dimensões e deslocamento. Não adianta escolher o maior modelo disponível somente pela capacidade, se ele não se adequar à área em que será utilizado. Portanto, vale ponderar essas características para encontrar a versão ideal.

 

Atividades

Ver para que serve uma pá-carregadeira é uma forma de entender que se trata de uma solução multifuncional e que atende a várias demandas. No entanto, isso não significa que a mesma pá servirá para todas as necessidades.

Especialmente em projetos com uma demanda específica ou que exija versatilidade, é necessário avaliar os usos indicados para cada modelo. Há versões melhores para carregar terra, enquanto outras entregam ótimo desempenho no tracionamento de vagões. Há, ainda, aquelas que se destacam por entregarem máximo desempenho em todos os casos.

Avalie com cuidado quais são as indicações de uso, pois somente dessa maneira é possível garantir que a locação seja a melhor possível.

 

Operação

Outro cuidado envolve a operação da pá-carregadeira e suas características. Primeiramente, a cabine deve ser segura, isolada e confortável, de modo a melhorar a experiência do profissional encarregado.

Também é preciso considerar os controles e a resposta deles. Freios eficientes, painel de controle interativo e componentes de fácil utilização estão entre os aspectos mais relevantes nesse sentido.

Além de tudo, vale considerar o nível de ruído e a segurança geral. Isso ajuda a evitar doenças e acidentes de trabalho, o que melhora a execução do projeto em termos financeiros, produtivos e de capital humano.

 

Manutenção

Por falar em segurança e performance, também é importante considerar o nível de manutenção pelo qual o equipamento passa. O objetivo é conseguir contratar uma pá-carregadeira que atenda as principais necessidades e que esteja em plenas condições de utilização.

Para que isso seja viável, faça uma análise do tempo de vida útil dos componentes, quando foi o último “check up” ou mesmo quais são as práticas da locadora em relação à atuação preventiva. Se essas atividades não forem feitas, é provável que o equipamento apresente algum problema.

Apesar de a manutenção ser de responsabilidade da empresa que aluga, ela precisa estar em dia para evitar paradas abruptas ou problemas que comprometam a segurança. Assim, é possível aumentar o custo-benefício e evitar diversas dores de cabeça que podem ocorrer futuramente.

 

Limite de operação

Para conhecer esse valor, é preciso considerar alguns aspectos, como o tempo de operação, o tamanho dos deslocamentos, a carga e assim por diante.

Isso é importante para evitar que ocorra uma sobrecarga, o que pode prejudicar a movimentação, colocar os operadores em risco e até comprometer o material transportado. Também é algo que prejudica o nível obtido de produtividade e que, portanto, influencia os resultados.

Assim, não deixe de entender quais são as recomendações de uso e as indicações em relação ao tempo versus carga. Dessa maneira, é possível ter a opção mais robusta para cada demanda.

Outra dica que deve ser levada em conta por aqui é contar com o apoio da empresa de locação a fim de cumprir bem essa estimativa. Seu suporte poderá ser de grande relevância para conseguir dizer qual é o equipamento mais adequado para a operação do cliente.

 

Tecnologia

Em busca de mais desempenho, é essencial que a pá escavadeira conte com um nível maior de tecnologia. Em geral, os modelos mais recentes trazem novidades em termos de sistema hidráulico ou de controle, por exemplo.

É por isso que vale a pena locar equipamentos que sejam modernos e que entreguem um desempenho superior em relação às versões anteriores. Assim, com o mesmo custo relativo, é possível obter resultados melhores para a obra.

Também é uma forma de ter mais confiabilidade e, dependendo do caso, até de contar com integração entre as soluções utilizadas. Com isso, fica mais fácil aproveitar o item ao máximo, dentro da proposta prevista no projeto.

 

Empresa parceira

Todos esses pontos ajudam a definir qual é a alternativa ideal em relação aos modelos disponíveis. No entanto, um dos cuidados inclui selecionar uma empresa adequada para aproveitar todos os benefícios esperados.

A ideia é escolher uma empresa parceira que conte com um bom portfólio de pás desse tipo. Assim, é possível selecionar a alternativa mais interessante, em relação aos custos, à qualidade e ao suporte de contratação.

Sem o apoio certo, mesmo o melhor equipamento para o projeto pode não entregar os resultados desejados. Afinal, não haverá garantias quanto à manutenção ou ao funcionamento, o que diminuirá o ritmo de atividade.

Saber para que serve uma pá-carregadeira é um ponto de partida importante para adicionar esse equipamento aos seus projetos e obter seus benefícios. No entanto, é indispensável tomar cuidado com a escolha para que a locação realmente entregue todo o potencial esperado.

Ainda tem alguma dúvida sobre essa máquina? Siga a gente no Facebook e no LinkedIn para saber muitas outras dicas e ideias para seu negócio.

Aluguel de pás-carregadeiras é com a Armac

Com mais de 25 anos de mercado, a Armac fornece os melhores termos de uso e soluções no aluguel de máquinas pesadas. Com frota de mais de 2.100 equipamentos à disposição de nossos clientes, nossos equipamentos têm tecnologia e confiabilidade para que os projetos da sua empresa sejam realizados da melhor forma.

Armac - Melhor do mercado em: Preço, Disponibilidade, Entrega e Manutenção