Como ter mais controle na movimentação de materiais?

  • Logística

Empresas que apresentam um processo produtivo intenso, com o uso de ativos, enfrentam diversos desafios na movimentação de materiais. Para que viabilizem seus modelos de negócio, então, é imprescindível o investimento em soluções adequadas para otimizar a gestão interna dos recursos.

Nesse sentido, o gerenciamento dos materiais que entram e saem da empresa contribui para a eficiência operacional. Todo processo pode ser considerado o ponto de partida do planejamento de atividades. Afinal, qualquer produção trabalha com uma margem de segurança do estoque, e o departamento de vendas depende dessa competência para atender demandas de clientes.

Pensando no assunto, desenvolvemos este artigo para trazer as principais dicas de como a sua empresa pode ter mais controle na movimentação de materiais. Ainda abordamos a importância da atividade para o bom andamento da produção na indústria. Leia!

Contar com um bom planejamento

Toda indústria apresenta uma forma particular de realização de atividades. Portanto, organizar a movimentação de materiais é vital para ajustar as operações ao contexto ideal da empresa. Nesse sentido, existem princípios básicos que podem ser seguidos, como uma maneira de regular os serviços das equipes envolvidas.

Entre as premissas, contar com um bom planejamento é o princípio de toda e qualquer rotina de serviços. A definição de uma metodologia específica para as operações diárias de movimentação permite que os colaboradores se familiarizem com as atividades, estabelecendo um padrão de execução.

Caso seja necessário alterar alguma ação que esteja fora do modelo habitual, os gestores devem montar um planejamento mais específico para suprir essa demanda, sobretudo quando relacionada a grandes volumes de materiais. Para isso, os colaboradores envolvidos precisam estar engajados, mesmo aqueles que operam indiretamente.

Otimizar o espaço

Além do planejamento, é essencial que todo o espaço disponível no armazém ou no galpão seja utilizado da forma mais eficiente possível, priorizando a movimentação de materiais. Para tanto, existem inúmeros modelos de armazenamento, layouts, pallets, estantes e prateleiras para auxiliar.

Nesse sentido, a priorização do uso do espaço deve englobar praticidade e acessibilidade para identificar e movimentar os insumos, e não apenas ocupar a área disponível ao armazenamento.

Do mesmo modo, condições de umidade e temperatura precisam ser checadas antes e durante o acondicionamento de materiais, visto que muitos produtos são sensíveis ao calor e à água, não podendo ficar expostos ao sol e à chuva.

Outro ponto é o layout do local de armazenamento, que precisa contar com uma infraestrutura adequada para otimizar o estoque de materiais. Falhas na organização dos insumos interferem diretamente na produtividade, gerando problemas de localização e despacho de itens.

Ter atenção ao período de alta demanda

A produção sustentável dentro da indústria depende da disponibilidade dos materiais. Quando o despacho de insumos está alinhado, é muito improvável que haja interrupções na esteira, atrasos na entrega ou problemas de atendimento das demandas dos clientes.

Toda indústria busca a expansão. Portanto, identificar os limites da capacidade produtiva da empresa é essencial na hora de fechar contratos, permitindo que as exigências sejam cumpridas e o negócio cresça, gerando impacto no mercado consumidor.

Em se tratando de estoques perecíveis, a marca deve manter um controle rigoroso dos prazos de validade. Outros materiais, apesar de não apresentarem essa característica específica, perdem as suas propriedades originais quando ficam parados. Registrar os itens internalizados, então, é fundamental em todas as situações.

Investir em automação

A tecnologia é uma grande contribuinte do dinamismo das estratégias de planejamento e das operações físicas. Ao automatizar as atividades de movimentação de materiais, a taxa de erros cai drasticamente, em especial daqueles serviços que já se tornaram um padrão dentro do processo produtivo.

Da mesma forma, as ações na indústria ganham agilidade, visto que softwares e maquinários aprimoram sua qualidade de trabalho e, por conseguinte, os resultados.

Para tanto, técnicas de automação eficientes precisam necessariamente estar ajustadas à realidade da empresa, sempre levando em consideração praticidade de uso, interface e capacidade de processamento. Entre algumas soluções tecnológicas, é possível destacar sistemas como:

  • ERP — gerenciamento da integração dos setores de uma indústria, centralizando informações e dados para a tomada de decisões;
  • WMS — gestão do armazenamento para controle de estoque e tarefas de recebimento de insumos, inventários e separação de pedidos;
  • TMS logística de transporte para coordenar serviços relacionados com a frota, roteirização de cargas, controle de ocorrências e monitoramento de veículos.

Buscar os equipamentos mais indicados

Para os mais variados setores produtivos industriais, existem inúmeras opções de equipamentos para a movimentação de materiais, dependendo sempre do layout da empresa e da demanda de insumos que o negócio apresenta.

Dessa forma, definir como e quais equipamentos serão utilizados é primordial em qualquer setor. Afinal, esse tema desempenha papel imprescindível no planejamento logístico dentro do processo de armazenamento de itens.

O cuidado é essencial também para impedir o uso excessivo de equipamentos enquanto outros são pouco acionados. Da mesma maneira, essa prática define o maquinário ideal em função do tipo de material e auxilia na redução de gastos com itens desnecessários, o que se converte diretamente em maiores lucros e oportunidades de negócio.

Terceirizar o serviço

Para não ter problemas durante o controle da movimentação de materiais, muitas indústrias optam pela terceirização desse tipo de serviço. Assim, empresas são contratadas para fornecer equipamentos e mão de obra adequados buscando evitar ineficiências e aumentar a produtividade geral.

Essa etapa de serviço é responsável por uma grande parcela do valor final do produto, portanto terceirizar a atividade pode reduzir custos com encargos e aluguel de equipamentos. De quebra, os gestores atenuam suas preocupações com o setor e focam a atenção em áreas mais necessitadas.

A Armac é uma empresa de locação de equipamentos que oferece as ferramentas ideais em função do resultado desejado pelo consumidor. Com uma equipe experiente e atenta às necessidades técnicas mais urgentes, todos os maquinários são dimensionados de acordo com a demanda da atividade, impedindo que inconvenientes surjam ao longo da produção.

A movimentação de materiais é uma etapa de produção que viabiliza diversos modelos de negócio nas indústrias. Otimizar o espaço de armazenamento, investir em automação e buscar os maquinários compatíveis com as atividades da empresa representam questões cruciais para alcançar os melhores resultados.

A Armac conta com equipamentos de qualidade e uma equipe técnica especializada, pronta para atender todas as exigências.

Tem algum questionamento sobre o conteúdo? Então entre em contato conosco para conhecer nossos produtos e serviços especializados e tire todas as suas dúvidas!