Compactação de asfalto: guia de orientações e dicas essenciais

  • Pavimentação

Nem todas as pessoas compreendem como funciona a compactação de asfalto. Por isso, criamos esse guia orientativo sobre o assunto com as principais dicas e instruções.

Nele, abordaremos o processo a partir da pavimentação das vias. Um processo que requer um trabalho de revestimento do terreno que pode ser de pedra, concreto ou asfalto.

Além disso, vamos discutir a importância e exigências dessa atividade, no que diz respeito à sobreposição de várias camadas para elevar a durabilidade dos serviços e favorecer o tráfego nas regiões rurais ou urbanas. Confira!


Rolos compactadores para locação

Pé de carneiro, Liso, Tandem e Mini rolos. Acesse


Entendendo a importância da produtividade no processo de compactação de asfalto

A produtividade na compactação de asfalto é importante por si só. Mas no Brasil, onde grande parte dos processos logísticos acontece nas rodovias, é ainda mais significativo, pois impacta diretamente milhares de empresas, pessoas e projetos. Ou seja, é de suma importância para que insumos e produtos sejam transportados e movimentem a economia nacional.

Por isso, as empresas que prestam serviços de infraestrutura, construção e manutenção de vias, precisam investir no ganho de agilidade sem negligenciar nenhuma etapa do projeto.

É por conta disso que a produção deve ser avaliada com base na uniformidade, firmeza e segurança das pistas. Afinal, o retrabalho nesse tipo de operação significa atrasos no processo de toda uma cadeia logística. Exigindo assim, cuidados determinantes que assegurem o andamento das etapas sem comprometer o resultado idealizado.

Como funciona o processo de compactação de asfalto?

Os avanços tecnológicos eliminaram a necessidade de usar tração animal ou trabalhos manuais para a pavimentação das vias públicas. Em vez de utilizar pedras calçadas na construção das estradas, prefere-se uma mistura de minerais, rochas e petróleo, que compõem o concreto asfáltico.

Veja a seguir detalhes sobre o processo de compactação!

Realização de diversos estudos

A princípio, profissionais especializados determinam a densidade do solo para planejar a compactação e diminuir as chances de instabilidade ou rachaduras. São realizados estudos da estabilização do solo sobre volume pluvial, fluxo de automóveis, movimentação de terra etc. Além disso, é feito um desenho das vias que são seguras e economicamente viáveis. Os engenheiros também determinam a execução de todas as etapas.

Preparação do solo

Depois disso, são executadas várias fases, tais como a identificação de propriedades do terreno e do solo, o planejamento e o design da estrada, a localização, o volume de tráfego, os custos de manutenção rodoviária, as linhas de serviço público, a preparação da base e da sub-base para receber os materiais, a compactação e o nivelamento.

Recebimento dos materiais

Os asfaltos são compostos de cinco camadas, conhecidas como revestimento, camada de regularização, base, sub-base e subleito. A base é preparada para o lançamento dos componentes e o recebimento da mistura asfáltica com a construção dos canais laterais e das valas que servem para escoar a água. A seguir, a transição e a articulação permitem a conexão entre os elementos.

Finalização dos procedimentos

A última etapa é conhecida como compressão final e necessita da atuação de maquinários específicos. Vale mencionar que o uso de equipamentos é crucial para o gerenciamento das operações em larga escala, tendo em vista que os projetos de vias públicas geralmente contam com dezenas ou centenas de quilômetros a receberem pavimentação.

Confira os cuidados necessários no processo de compactação de asfalto

Uma compactação irregular do asfalto pode causar problemas graves, como:

  • trincas nas estruturas;
  • abertura de crateras;
  • presença de irregularidades, como desnível;
  • desgaste acelerado;
  • alta emissão de partículas finas.

Desse modo, um bom planejamento é de extrema importância para ganhar tempo de vida do asfalto, evitar o desperdício de materiais e reduzir gastos desnecessários.

Observe abaixo os principais cuidados que são primordiais durante o processo de compactação.

Defina os critérios de escolha dos equipamentos necessários

Para escolher os equipamentos utilizados na compactação asfáltica, você deve considerar a capacidade produtiva ou potência deles, os tipos de trabalhos a serem executados, a extensão de cada projeto, os níveis de densidade, entre outros.

Os rolos compactadores metálicos, por exemplo, combinam vibração e peso enquanto os pneumáticos envolvem a pressão dos pneus. Existe a alternativa do rolo combinado com cilindro vibratório.

Considere fatores como o tipo de obra

Um cuidado essencial a ser tomado é identificar o tipo de obra que será executada. A finalidade pode ser melhorar as condições das vias públicas, fazer o recapeamento, recuperar áreas deterioradas pelo tráfego intenso de veículos e infiltração de água. As máquinas executam as camadas de base e sub-base dos pavimentos, fazem o selamento das camadas etc.

Considere o tamanho do projeto e a capacidade de execução

Além de observarem o tipo de obra para a compactação de asfalto, os profissionais envolvidos consideram o tamanho de cada projeto e a capacidade de execução da equipe. A análise desse ponto é indispensável para executar todas as etapas planejadas e realizar as entregas dentro dos prazos estipulados nos contratos.

Escolha os rolos compactadores adequados

Os rolos compactadores são máquinas fabricadas com recursos que aprimoram as técnicas de execução dos projetos. Dito isso, há alguns aspectos relevantes para a escolha dos rolos ideal, são eles:

  • flexibilidade de aplicação;
  • manobrabilidade;
  • emissão de poluentes e ruídos;
  • equilíbrio e limite de peso;
  • frequência de vibração;
  • comprimento do rolo;
  • força centrífuga.

Determine a espessura da camada de revestimento

A espessura das camadas de revestimento precisa ser definida antecipadamente. Caso a compactação ocorra de maneira irregular, podem surgir dificuldades maiores. Por exemplo, a camada pode revelar irregularidades e defeitos nas vias ou ceder às intempéries.

Defina a temperatura da mistura/ligante

O processo de compactação de asfalto envolve o uso de um agregado que depende da temperatura da mistura/ligante. Esse é um dos pontos críticos da execução de um projeto, uma vez que o aquecimento excessivo — durante o preparo e despejo — gera uma fumaça de cor azul que indica, ou não, a necessidade de rejeitar a carga.

Se as temperaturas forem baixas demais, a massa asfáltica poderá apresentar cobertura irregular com partículas maiores do agregado e ter um aspecto endurecido. Se a temperatura estiver abaixo do limite especificado no projeto, a carga deverá ser rejeitada imediatamente.

Analise as condições climáticas

A compactação nas obras de pavimentação aumenta a estabilidade da mistura asfáltica e reduz os vazios ou índice de espaços com ar na parte interna dos revestimentos. Portanto, os responsáveis pelo processo devem ter atenção às condições climáticas e à vida útil dos insumos.

Entenda como as máquinas da Armac podem ajudar no processo de compactação

A Armac é uma empresa especializada no fornecimento de caminhões, rolos compactadores, escavadeiras, vibroacabadoras, motoniveladoras e diversos outros equipamentos chave para os principais setores produtivos da indústria nacional.

Atuamos com o objetivo de fornecer, não apenas baixo custo de aluguel das máquinas, mas também, um conjunto de diferenciais para facilitar a locação de equipamentos e máquinas pesadas.

Está em busca de máquinas para sua operação? Disponibilidade imediata é um requisito para fechar negócio? Então conte conosco e entre em contato hoje mesmo!