O que é logística interna? Aplicações em usinas de biomassa

  • Logística

Os processos de logística interna são importantes para a organização da empresa. Isso porque são eles que garantem a ordem e fluxo da matéria-prima e dos produtos que entram e saem, de forma auditável e registrada.

Esse tipo de trabalho está ligado ao transporte de materiais, gestão de estoque e supply chain, contendo todas as informações necessárias, como quantidades, flutuação de demandas e fluxo de armazéns, que controla as operações ligadas ao armazenamento de produtos.

Diferentemente da logística externa, que cuida da chegada dos produtos ao destino. Existem estudos e métodos, mais incisivos, quando se trata de garantir a organização da logística interna. Controlando, assim, todos os detalhes para que haja um processo harmônico e padronizado para cada produto que chega e sai na empresa.

Quando se trata da cadeia logística de uma usina de biomassa não é diferente. Logo, nesse artigo falamos sobre a cadeia logística interna, o que é, como funciona e suas principais atividades e equipamentos. Confira!


Equipamentos para usinas de etanol e açúcar

Plantio, movimentação e alimentação de caldeiras


O que é a logística interna?

A cadeia de logística interna é destinada à organização e padronização do fluxo de insumos e dados nas áreas internas de uma indústria. Esse ato ajuda na produtividade industrial. Para isso, é necessário cuidar de algumas áreas para garantir o sucesso da operação como um todo, relacionadas ao transporte interno de insumos, gestão de estoque, fluxo de informações e gestão de armazéns.

Quais as atividades da logística interna?

As atividades da logística interna estão relacionadas à gestão de todas as informações sobre os produtos e materiais passados dentro da empresa, desde a chegada até a saída do produto. Para isso, alguns processos de controle e gestão são necessários.

Controle do transporte de materiais e insumos

O transporte de materiais e insumos dentro da logística interna é destinado à organização das matérias-primas e do fluxo de dados a elas relacionadas. Essa área engloba tanto o interior da fábrica quanto os possíveis armazéns.

Gestão de estoque

A gestão de estoque está relacionada aos movimentos físicos de insumos e mercadorias. Esse processo é importante para garantir o reabastecimento de produtos quando necessário, para não haver atrasos e problemas na operação e controlar a flutuação de produtos no estoque. Também pode ser usado o processo just in time, que reduz a necessidade de estoque, visto que entrega conforme a demanda.

Gestão de armazém

O processo conhecido como gestão de armazém está relacionado às operações realizadas na parte interna desse ambiente, como a ordem de pedidos, localização de produtos e sua expedição. Nessa gestão, é feito o processo de controle e registro do que entra e sai dos armazéns. Além disso, é necessário manter esse ambiente organizado e seu espaço otimizado, reduzindo a necessidade de novas áreas de armazenamento.

O que é logística externa?

A logística externa cuida do processo de transporte das mercadorias para o destino de entrega. Pode ser feita por meio de contratação de transportadoras externas ou ao oferecer aos clientes esse serviço interno.

Antes de os produtos chegarem a essa fase do processo, é necessário terem percorrido todas as áreas da logística interna, com a contabilidade dos insumos já utilizados, baixa na ordem de serviço para produção, entre outros processos.

Como funciona a logística dentro de uma usina de biomassa?

A biomassa, por definição, é a matéria orgânica, que pode ter origem vegetal ou animal. Esse produto é utilizado na produção de energia, logo, pode ser obtido por meio da utilização de recursos renováveis, como madeira, planta, resíduo agrícola, excrementos, entre outros. Para que os processos de logística internos e externos aconteçam dentro dessa indústria alguns equipamentos são necessários. Isso porque toda essa carga pesada deve ser movimentada.

Essa movimentação é feita por pás carregadeiras em grande parte do processo logístico, o que torna possível carregar uma alta quantidade de material. Podem ser colocados dentro de big bags tanto para armazenamento nos estoques e armazéns, quanto no transporte. As empilhadeiras são também muito presentes nessa indústria, pois auxiliam na carga e descarga das big bags e organização do material.

Como otimizar a logística interna?

Com o objetivo de otimizar a logística interna, alguns métodos foram criados e aprimorados com o tempo. Hoje em dia, com o crescimento da tecnologia e da digitalização, os processos de controle estão cada vez mais inteligentes e organizados, possibilitando melhorar cada dia mais o processo. Visto isso, os processos de logística interna estão em constante avanço.

Otimizar o ambiente

Por meio da otimização do ambiente, é possível melhorar o processo de logística interna. Isso é feito por meio do alinhamento das operações relacionadas à produção e ao armazenamento. Alguns softwares são utilizados para melhorar esse processo, para exemplificar a melhora do meio por conta da tecnologia.

Assim, é possível controlar as matérias-primas e garantir maior integração entre as áreas e processos de logística. A melhoria também é feita com a otimização do espaço para armazenamento.

Ter a equipe preparada

A preparação adequada da equipe é primordial para manter o processo otimizado, isso porque cada um terá sua função específica preestabelecida e bem treinada para o fim. Para isso, é importante investir em cursos internos e externos para capacitação e orientações específicas em reunião de equipes. É primordial que o time inteiro esteja inteirado de todos os passos do processo para garantir sua eficácia.

Controlar e rastrear os processos

Para melhorar toda a logística interna, quanto melhor for o controle e rastreio dos processos, mais eficaz será o resultado. Investir em softwares para isso é uma forma positiva de trabalhar. A partir da obtenção dos números e dados, é possível montar uma estratégia e um planejamento mais eficazes, pois estarão baseados em números reais. A aplicação desses dados nas estratégias da empresa é primordial para o crescimento e desenvolvimento por meio da análise deles.

Ter os processos bem definidos

Quando os processos são organizados e bem definidos, fica mais claro para todos o que deve ser feito e qual o objetivo de cada função, ajudando a gerar uma logística interna de alto padrão. Isso é feito por meio de procedimentos bem alinhados para definir cada etapa necessária para atingir o objetivo.

Por conseguinte, a logística interna é primordial para a organização, logo quando os processos forem definidos, eles devem ser repassados à equipe claramente, para cada um dos colaboradores entenderem sua função no todo. Assim, é possível melhorar todo o processo de logística interna, prestando atenção a cada detalhe do processo.

Também é importante controlar os dados, tanto os de estoque, quanto os de armazenamento. Isso pode ser feito por meio de softwares. O investimento neles é importante para a organização de todo o processo com base em dados reais e números. Isso garante maior assertividade nas tomadas de decisão.

É fundamental otimizar o ambiente, ter uma equipe capacitada, controlar e rastrear os processos e tê-los bem definidos para todos garantirem a otimização da logística interna. Essa decisão é imprescindível para a execução das tarefas de maneira correta e clara, de acordo com os objetivos internamente definidos.

Gostou do artigo? Então, confira também o conteúdo sobre logística de mineração!