Qual a importância da lubrificação de máquinas e equipamentos?

  • Manutenção

A manutenção preventiva envolve várias ações de monitoramento e controle aplicadas para a conservação de máquinas e equipamentos industriais. Trata-se de uma estratégia empregada para a proteção de bens móveis ou imóveis e para a gestão e controle de frotas. A adoção dessa tática evita problemas maiores decorrentes do mau funcionamento dos maquinários.

Bem diferente da postura corretiva, uma das premissas da manutenção preventiva, é manter as máquinas em funcionamento, sempre. Sendo assim, a lubrificação de máquinas e equipamentos é uma das melhores maneiras de assegurar seu funcionamento correto. Além de muito importante, traz benefícios diretos para os negócios.

Ficou interessado? Então continue a leitura e entenda a importância de fazer a manutenção e a lubrificação dos maquinários!


Locação de Equipamentos – Alugue Online

O equipamento ideal para o seu projeto aqui


Qual é a importância de fazer a manutenção preventiva em máquinas e equipamentos?

A importância de realizar a manutenção preventiva é fundamental para garantir a produtividade das máquinas. Os cuidados com os equipamentos são cruciais para manter a qualidade das operações e evitar prejuízos financeiros futuros.

A manutenção preditiva diminui a ociosidade e amplia a vida útil dos ativos. As inspeções são úteis para a identificação de sinais que revelam falhas na operação dos maquinários. Com elas, são efetuados procedimentos sofisticados e diagnósticos acertados que impedem a parada das máquinas. Opte por uma revisão geral e investigue sempre que perceber algo diferente.

Quais são os equipamentos de lubrificação empregados na manutenção preventiva?

Diversos acessórios poderão ser utilizados durante a lubrificação dos maquinários industriais. Um deles é chamado de talha elétrica ou manual por ser usado na hora de movimentar os tambores de lubrificantes. Os tanques são úteis para fazer a limpeza dos equipamentos de lubrificação, enquanto as empilhadeiras servem para estocar os tambores de produtos.

Os profissionais também farão uso de um equipamento especial para a retirada do lubrificante antigo, que, em função da sua composição, pode exigir a remoção da tampa. O aparelho à base de ar comprimido mantém a base do tambor comprimida mediante uma chapa. Já os enchedores de pistola servem para impedir contaminações.

As pistolas portáteis elétricas ou a ar comprimido são aplicadas para lubrificar grupos de máquinas. O misturador, por sua vez, tem a atribuição de misturar os produtos sempre que for necessário. Com uma torneira ou bomba manual fica mais fácil retirar o lubrificante do tambor e aplicar nos equipamentos. O profissional lubrificador precisa conhecer tais acessórios para conseguir manuseá-los.

Quais são os riscos de não fazer a lubrificação de máquinas e equipamentos?

No decorrer do tempo, os lubrificantes ficam envelhecidos e deixam de cumprir as suas funções. Sem falar que os componentes ficam empoeirados e vão acumulando sujeira, que deve ser removida de imediato. A falta de troca desse produto atrapalha o funcionamento das máquinas e causa estragos maiores.

Não lubrificar os equipamentos é a causa de paradas repentinas que atrapalham a produtividade dos colaboradores. Imprevistos desagradáveis podem ser evitados, e a vida útil dos maquinários, prolongada com a troca dos lubrificantes. O procedimento impede o desgaste e o comprometimento das peças e dos sistemas das máquinas. Observe outros riscos relevantes:

  • oscilação na temperatura;
  • diminuição gradativa da produção;
  • vazamentos;
  • comprometimento do sistema.

Portanto, faça uma revisão geral dos equipamentos, realize a limpeza de forma correta e troque os lubrificantes dentro do prazo. Tais procedimentos devem ser executados por técnicos, lubrificadores ou mecânicos que sabem se há algo fora da normalidade. Um lubrificante queimado tem uma coloração diferente e coloca em risco a produtividade das indústrias.

Como funciona e de que modo deve ser feita a lubrificação dos maquinários?

O processo de lubrificação vai depender do modelo de cada máquina. Os próprios operadores podem olhar o sistema para verificar a necessidade de usar um lubrificante. É possível avaliar as conexões, juntas, mangueiras e dutos para saber se existe alguma deficiência que possa acelerar o desgaste das peças.

A lubrificação dos equipamentos deve ser executada por meio de um plano de lubrificação que levará em consideração a frequência de troca ou aplicação, a quantidade de máquinas e implementos, o estoque de lubrificantes, as condições de trabalho, o tipo de equipamento ou implemento, as normas industriais, o tipo de produto a ser utilizado.

A partir desse planejamento será mais fácil adequar a lubrificação conforme o modelo de cada máquina. Antes de iniciar o procedimento, leia o manual do fabricante e verifique todas as instruções indicadas no documento. Verifique ainda que tipo de lubrificante é indicado pela fábrica, já que o produto a ser aplicado depende do componente ou sistema que será lubrificado.

O que caracteriza um plano de lubrificação preventiva?

Um plano de lubrificação para a manutenção preventiva das máquinas é capaz de tornar o serviço mais eficiente e gerar economia de custos. Com um documento organizado, os profissionais poderão ter um ótimo desempenho durante a execução desse procedimento. Veja a seguir detalhes sobre esse planejamento que faz parte das rotinas em oficinas mecânicas!

Guia de controle

O plano de lubrificação é um guia com todas as ações de troca de lubrificantes dos maquinários e condutas de controle ou monitoramento. Nele estarão registradas as datas para a realização do procedimento, os prazos e os tipos de produtos conforme o modelo de cada máquina. Esse documento impede a ocorrência de falhas ou quebras de equipamentos.

Manual de troca

O planejamento pode ser usado como um manual para a substituição dos lubrificantes que fazem parte do sistema de um maquinário. Ele contém as dicas necessárias para fazer a troca do produto antigo. Nesse guia, você encontrará o procedimento de lubrificação descrito em detalhes para que não haja erros em nenhuma das etapas.

Roteiro ou checklist

Muitos profissionais percebem o plano de lubrificação como um passo a passo que revela tudo o que precisa ser realizado. Sendo assim, é tratado como um roteiro ou checklist que aponta de forma lógica as ações dos lubrificadores para que o procedimento seja um sucesso. Na realidade é um suporte para a execução das tarefas com segurança.

Agora você já sabe um pouco mais sobre lubrificação de máquinas e equipamentos! Entenda que um plano padronizado aumenta a qualidade dos serviços e protege os seus maquinários. Mas esse documento precisa conter todas as informações especificadas para facilitar a tomada de decisão dos profissionais, diminuir os custos de manutenção e manter os implementos disponíveis.

Quer obter mais informações sobre o assunto? Então siga-nos no Facebook, Instagram e LinkedIn!