Confira 7 desvantagens da manutenção corretiva

  • Manutenção

Você sabia que existe mais de uma maneira de realizar a manutenção de equipamentos e que nem todas as formas podem ser as mais adequadas para os seus ativos? Considerando o alto custo que envolve a aquisição de máquinas de linha amarela, é crucial assegurar a integridade do investimento para manter a excelência de seus serviços.

Porém, todo maquinário sofre com desgastes causados pelo tempo e intensidade de uso. A manutenção é um importante processo para garantir o seu funcionamento, possibilitando gerar mais eficiência e desempenho durante a execução de um projeto. A manutenção corretiva, por exemplo, traz uma série de desvantagens para empresas no setor, que podem comprometer o cronograma e impactar negativamente em seus resultados.

Neste texto, vamos apresentar 7 desvantagens da manutenção corretiva e como as empresas podem contornar esse tipo de situação. Confira!


Locação de Equipamentos – Alugue Online

O equipamento ideal para o seu projeto aqui


Quais são os tipos de manutenção?

Saber planejar a manutenção de máquinas e equipamentos é a melhor prática para garantir o desempenho e eficiência do seu maquinário. Além disso, esse processo também assegura o funcionamento correto de seus ativos, evitando atrasos no cronograma de seus projetos.

Existem 3 meios de realizar a manutenção: a preditiva, preventiva e corretiva. Vamos explicar os detalhes e características de cada e tipo para você entender melhor qual modelo é mais adequado para a rotina de trabalho do seu negócio.

Manutenção preventiva

O conceito da manutenção preventiva visa a antecipação de possíveis problemas que podem impactar no andamento de projetos. Para isso, ela deve ser realizada em intervalos predeterminados ou de acordo com critérios prescritos. Com isso, é possível reduzir significativamente a possibilidade de falhas ou degradações que podem comprometer o funcionamento de máquinas e equipamentos.

Entre os três tipos de manutenção, a preventiva apresenta um custo 3 vezes maior que a preditiva e só pode ser aplicada em determinados tipos de equipamentos. Isso ocorre devido às características de cada máquina e a forma como as avarias surgem. A manutenção preventiva consegue antecipar apenas falhas relacionadas à idade do maquinário.

Ou seja, ela é ineficiente na grande maioria dos equipamentos no qual a ocorrência de falhas pode ser relacionada não apenas à idade, mas como às condições de operação. A manutenção preventiva avalia alguns pontos — conhecidos como gatilhos — que servem como parâmetro para determinar a ocorrência de uma falha.

A partir disso, a manutenção preventiva busca restabelecer as condições originais dos equipamentos e máquinas. Dessa forma é possível assegurar a eficiência do maquinário, evitando impactos negativos na produtividade e desempenho nos projetos da empresa.

Manutenção preditiva

Na manutenção preditiva, temos um objetivo bastante similar ao modelo preventivo. Porém, aqui contamos com o auxílio da tecnologia para prever e antecipar falhas. Nesse sentido, o seu foco é a identificação da raiz das avarias antes de elas se tornarem potenciais problemas que podem se agravar e trazer grandes prejuízos.

Para isso, a principal característica que possibilita essa análise precisa é a periodicidade do processo. O monitoramento da manutenção preditiva deve ser constante e deve ser baseado em dados coletados por meio de monitoramento e inspeções que avaliam as condições das máquinas e equipamentos.

Dessa forma, é possível ter maior previsibilidade sobre a deterioração do maquinário, prevenindo falhas para evitar danos à integridade das máquinas e, consequentemente, aumentar o tempo de vida útil dos equipamentos. Além disso, a manutenção preventiva também ajuda em outros pontos, como:

  • evitar paradas forçadas;
  • aumentar a confiabilidade das máquinas e equipamentos;
  • eliminar a necessidade de manutenções corretivas;

Assim, a manutenção preditiva se mostra uma ótima solução, já que ela permite alcançar melhores resultados com máquinas e equipamentos funcionais, evitando prejuízos que a falta de um maquinário poderia trazer.

Manutenção corretiva

A manutenção corretiva tem como propósito a restauração de máquinas ou equipamentos para que voltem a operar com eficiência máxima. Por isso, ela acaba sendo um oposto dos outros métodos, já que ela só é utilizada quando há a necessidade de realizar algum tipo de reparo.

Porém, esse processo funciona como uma ação reativa. Por isso, muitos consideram que existem diversas desvantagens na manutenção corretiva. Essa prática visa a correção de problemas apenas após o surgimento de avarias nos maquinários. Assim, é possível retornar os equipamentos e as máquinas às suas condições originais, possibilitando a retomada dos serviços.

Porém, devido às suas características, essa prática pode impactar negativamente nos resultados dos projetos da empresa. Como citamos, há uma série de desvantagens da manutenção corretiva que muitos negócios acabam negligenciando. Esse processo é considerado uma decisão arriscada.

De um lado, os gestores podem trabalhar com o potencial máximo dos maquinários e executar a manutenção apenas quando necessário. Do outro, a empresa fica limitada às máquinas e equipamentos disponíveis quando as demais estão sob os cuidados necessários para retomarem as atividades.

Para evitar esse tipo de problema, há a manutenção corretiva planejada, que é realizada ao detectar uma perda de performance significativa no desempenho das máquinas e equipamentos. Caso as falhas não apresentem potencial de risco, a manutenção pode ser programada para um momento mais adequado.

Quais são os riscos de se praticar apenas a manutenção corretiva?

Providenciar a manutenção necessária para as máquinas e equipamentos é fundamental para dar continuidade nos projetos de sua empresa e trazer mais segurança ao ambiente de trabalho. Por isso, conhecer as desvantagens da manutenção corretiva é a melhor forma de planejar esse processo e otimizar o seu desempenho.

Ao contrário das manutenções preventivas e preditivas, onde o objetivo é antecipar possíveis ameaças à integridade das máquinas e equipamentos, o tipo corretivo opera de maneira reativa. Dessa forma, os maquinários só serão levados após sofrerem algum dano que exija cuidados e reparos.

A falta de planejamento em relação à manutenção dos equipamentos pode comprometer as operações da empresa durante a execução de um projeto. Por isso, devido às características desse tipo, pode ser muito prejudicial para o negócio. Além das outras formas de manutenção, existem outros recursos que podem potencializar o desempenho e elevar a eficiência dos profissionais no canteiro de obras.

Também é preciso entender que a manutenção corretiva não é essencialmente emergencial. Dificilmente as máquinas e equipamentos apresentarão problemas de uma só vez. Normalmente, eles apresentam uma série de sintomas e sinais que indicam o surgimento de alguma avaria que pode impactar no desempenho dos maquinários.

Por isso, contar apenas com a manutenção corretiva não é a solução mais adequada para garantir o desempenho no canteiro de obras. O ideal é assegurar outros meios que permitam antecipar possíveis problemas, trazendo soluções em tempo hábil para planejar os reparos necessários e continuar com o projeto sem nenhum obstáculo.

Quais são as 7 desvantagens da manutenção corretiva?

Ainda que a manutenção corretiva tenha o seu propósito na hora de trazer o desempenho original às máquinas e equipamentos, essa prática — principalmente quando executada sozinha — conta com uma série de desvantagens. Separamos uma lista com os principais pontos para você entender como é possível melhorar o planejamento de suas manutenções.

Gastos elevados

Um orçamento bem planejado para seus projetos certamente leva em consideração uma série de imprevistos que podem ocorrer ao longo de sua execução. Ainda assim, ao contar apenas com o método de manutenção corretiva, certamente a sua empresa enfrentará grandes obstáculos que podem impactar nas suas finanças.

Por isso, uma das maiores desvantagens da manutenção corretiva é justamente os gastos elevados que os negócios podem ter ao contar apenas com essa forma de lidar com danos e avarias em suas máquinas. Ao utilizar a manutenção preditiva, por exemplo, você terá como antecipar as os reparos e, consequentemente, planejar os seus gastos de acordo.

Pausas inesperadas no projeto

Além de trazer gastos elevados ao seu orçamento, outra grande desvantagem da manutenção corretiva está nas pausas que elas podem trazer aos projetos em execução. Em um cenário onde você precisa levar suas máquinas à manutenção para lidar com algum tipo de problema, você consequentemente fica sem esse equipamento à sua disposição por um determinado período.

Por isso, a manutenção corretiva é uma medida que interfere diretamente na lucratividade do seu negócio. Com as suas operações paradas, não há como dar continuidade aos projetos, impactando diretamente no desempenho e qualidade de seus serviços. Por isso, além de prejuízos financeiros, essa situação também pode afetar a imagem da sua empresa.

Menor previsibilidade

A falta de planejamento é um dos maiores problemas para qualquer negócio que preze pelos seus bons resultados. Não investir em meios de antecipar avarias em suas máquinas pode trazer grandes consequências à rotina de trabalho no canteiro de obras. Ao identificar uma falha, você saberá exatamente como ela impactará no seu projeto e qual é a melhor forma de resolver esse problema.

Dessa forma, entre as principais desvantagens da manutenção corretiva está justamente a imprevisibilidade sobre a forma como os problemas surgem. A ocorrência de falhas não é previsível e, por isso, podem causar danos inesperados ao projeto, desde atrasos no cronograma a acidentes no canteiro de obras.

Compras emergenciais

Como já mostramos, ao planejar as manutenções em seu negócio, é possível antecipar possíveis gastos que esse processo exigirá para trazer o desempenho original das máquinas. Esse tipo de reparo requer alguns investimentos em peças e outros componentes para assegurar o funcionamento dos equipamentos.

Nesse sentido, essa é outra grande desvantagem da manutenção corretiva. Ao surgir um problema, é preciso correr contra o relógio para seguir dentro do cronograma de seu projeto. Para isso, será necessário investir em recursos, ferramentas, peças e componentes essenciais para providenciar os reparos.

Muitas vezes, realizar a manutenção após a ocorrência de uma falha acaba saindo mais caro. Por isso, o ideal é investir em meios para prevenir possíveis problemas e realizar a prevenção das avarias.

Não identificar a causa dos problemas

Executar a manutenção corretiva em seu negócio pode ser prejudicial em outros aspectos que vão além das questões operacionais das máquinas e dos recursos necessários para realizar os reparos. A falta de dados que indiquem a origem das falhas pode ser um grande problema para o resultado da manutenção.

Essa é uma grande desvantagem da manutenção corretiva, já que em muitos casos, o reparo realizado poderá ser algo temporário. Acontece que os problemas podem surgir novamente, exigindo mais investimentos em peças e componentes para consertá-los, além de parar as operações por um tempo determinado.

Preocupação com a segurança

Além dos prejuízos já citados, a falta de planejamento na manutenção também pode impactar na segurança dos profissionais no canteiro de obras. A negligência em relação às falhas que podem comprometer as máquinas pode, em muitos casos, ser um risco à vida da sua equipe.

Contar apenas com a manutenção corretiva pode ser uma enorme desvantagem nesse sentido. Por isso, contar com a manutenção preditiva e preventiva são as melhores garantias de que nenhum problema será um risco à integridade dos profissionais, evitando problemas maiores para a sua empresa.

Depreciação das máquinas e equipamentos

Ao antecipar uma falha em suas máquinas, além de evitar uma série de problemas como os que já citamos, você também está garantindo uma vida útil mais longa para o seu equipamento. Por isso, os métodos de manutenção preventiva e preditiva são essenciais para assegurar o funcionamento do maquinário e evitar gastos com novas aquisições.

Se você levar as máquinas ao seu desempenho máximo, os eventuais problemas podem comprometer permanentemente a funcionalidade de seu equipamento. Dessa forma, essa acaba se tornando mais uma das principais desvantagens da manutenção corretiva. Nesse caso, ao deixar ocorrer o surgimento de falhas, você, consequentemente, reduzirá a vida útil de seus equipamentos.

Como realizar o planejamento das manutenções?

O planejamento de suas manutenções é um elemento fundamental para o sucesso do processo. Para isso, é preciso fazer um plano de manutenção para mapear quais manutenções serão necessárias em determinados períodos. Por meio de um cronograma, é possível avaliar quais serviços serão realizados e quais serão as suas periodicidades.

Dessa forma, você poderá garantir a saúde e funcionalidade de suas máquinas e garantir a eficiência de seus serviços. O plano de manutenções reduz falhas e defeitos em seu maquinário, aumenta a vida útil dos equipamentos, reduz gastos e traz um aumento significativo sobre o desempenho e eficiência das máquinas.

Portanto, para iniciar o seu plano de manutenção, é necessário realizar um mapeamento dos equipamentos. Esse inventário servirá como norte para organizar as informações sobre as máquinas, trazendo mais agilidade para as equipes durante a execução das suas tarefas.

Em seguida, será necessário mapear os serviços e procedimentos específicos para cada máquina. Como cada equipamento opera de uma forma distinta, conhecer os tipos de manutenção é fundamental para fazer a escolha certa de acordo com o seu maquinário. Outro ponto essencial para o seu planejamento está em relação à rotina de manutenção.

A criação de um calendário é indispensável para um plano eficaz. A partir dessa organização, você poderá definir com precisão a prioridade de cada equipamento, prever o tempo, ferramentas e recursos necessários para cada atividade e remanejá-las de acordo com o andamento do processo.

É preciso entender que o planejamento de manutenções deve envolver toda a sua equipe. Invista em treinamento para garantir que todos estão capacitados na hora de executar suas responsabilidades com sucesso e garantir a eficiência desse processo. Além disso, é preciso realizar um acompanhamento de indicadores para ver como os resultados estão sendo alcançados e alinhar seus esforços de acordo com as necessidades.

Por que contar com locação de máquinas?

Para fugir das desvantagens da manutenção corretiva e assegurar o andamento de seus projetos, a locação de máquinas é uma excelente alternativa para melhorar a qualidade de seus serviços com a máxima eficiência em relação à gestão de recursos. Ao considerar os custos elevados dos equipamentos — principalmente de máquinas pesadas — a locação se mostra uma maneira de contar com maquinários novos e funcionais sem exigir altos investimentos.

Essa prática traz uma série de benefícios à rotina de trabalho no canteiro de obra, favorecendo o desempenho e eficiência dos serviços ao mesmo tempo em que proporciona uma redução significativa de custos. Separamos as principais vantagens da locação de máquinas.

Maior economia

Quando comparada à aquisição de novas máquinas, a locação é um investimento extremamente mais acessível e rentável para empresas de diferentes setores. Ao locar um equipamento, você terá acesso imediato ao maquinário solicitado, possibilitando dar continuidade ao seu projeto sem nenhum obstáculo.

Ao realizar a locação de máquinas, é possível reduzir os encargos na folha de pagamento, já que é possível dispensar os profissionais da área de manutenção. Além disso, esse processo proporciona uma grande variedade de máquinas à disposição do seu negócio para atender diferentes necessidades. Assim, você poderá assegurar a qualidade e eficiência dos seus serviços sem comprometer o orçamento.

Acesso a máquinas modernas e variadas

No mercado existe uma enorme variedade de máquinas e equipamentos para o setor de construção civil e para demais áreas que utilizam maquinários de linha amarela.. O investimento na aquisição e gestão de uma frota nem sempre é algo acessível, principalmente ao considerar as especificações de cada projeto. Dessa forma, a locação se mostra uma excelente aliada na hora de otimizar o serviço, melhorar os resultados e economizar no processo.

Além da ótima variedade de opções para auxiliá-lo na execução de seus projetos, a locação de máquinas proporciona equipamentos novos e modernos. Essa modernidade é um aspecto essencial para o sucesso de seus esforços. Contar com uma tecnologia de ponta é um excelente recurso para aumentar a produtividade no canteiro de obras e trazer outros benefícios, como maior segurança e agilidade no trabalho.

Com a locação, você também pode contar com uma assessoria para ajudá-lo na hora de escolher a máquina mais adequada às suas necessidades, além de orientá-lo caso precise de ajuda com problemas técnicos. Assim, você garantirá um maquinário para executar os seus projetos com máxima qualidade e eficiência.

Produtividade garantida

Além de contar com equipamentos modernos, a locação também traz um enorme diferencial, principalmente ao se considerar as desvantagens da manutenção corretiva: disponibilidade de maquinário. Além de garantir máquinas em plenas condições de uso, a empresa responsável assegura todo o suporte para possibilitar a execução de seu projeto de acordo com o cronograma.

Adquirir uma máquina defeituosa envolve todo o processo de enviar o equipamento à manutenção e aguardar o reparo para utilizá-la. Com a locação, basta entrar em contato com o fornecedor para encontrar uma solução rápida e eficiente.

Redução de mão de obra

Como já citamos, a locação de máquinas permite eliminar diversos custos, como os com uma equipe de manutenção dedicada. A partir do momento em que a empresa fornecedora é a única responsável por esse processo, você terá recursos livres para aplicar em outros aspectos de seu negócio.

Porém, a locação também é capaz de trazer outro benefício para o seu canteiro de obra: profissionais capacitados para operar os equipamentos e máquinas. A terceirização se responsabiliza na hora de trazer um time preparado para executar diferentes tipos de atividade em seu projeto.

Manutenção sempre em dia

A manutenção de máquinas foi o assunto principal deste conteúdo. Por isso, vamos falar como a locação pode beneficiar o seu negócio nesse aspecto e ajudá-lo na hora de garantir o funcionamento do seu maquinário. Ao realizar a locação de equipamentos, a empresa fornecedora será responsável pela integridade e funcionalidade das máquinas.

Nesse sentido, você não precisará se preocupar com qual tipo de manutenção é o mais adequado para o seu maquinário. Ao locar um equipamento, a sua única responsabilidade será utilizá-lo de acordo com suas necessidades para ajudar na qualidade e sucesso do seu projeto.

Com isso, você terá a garantia de que todas as máquinas alugadas estão com sua manutenção em dia. Isso significa que você poderá aproveitar o seu máximo desempenho, sem se preocupar com possíveis falhas que podem comprometer o andamento de seu projeto ou prejudicar a segurança de seus profissionais.

Pronto! Como pôde ver, existem várias desvantagens da manutenção corretiva que deixam claro que esse processo não deve ser o único meio de garantir o funcionamento de suas máquinas. A locação é uma solução rentável e acessível, trazendo excelentes benefícios para empresas do setor.

Por isso, não perca tempo e entre em contato agora mesmo com um de nossos consultores e conheça nosso portfólio de máquinas!