Os benefícios da locação de equipamentos para construção

  • Engenharia

Os projetos mais complexos de construção civil costumam ter um orçamento muito bem-definido. Para que todas as etapas sejam bem executadas, a utilização de maquinário é fundamental para aumentar a produtividade e a qualidade da obra. Nesse contexto, a locação de equipamentos para construção pode ter uma grande diferença nos custos, uma vez que a aquisição tem um valor muito mais elevado.

O orçamento é uma parte essencial da obra, e as tecnologias construtivas para usar no canteiro de obras também podem ajudar a baixar os custos. Dessa maneira, é possível ter uma construção mais enxuta. Assim, além de aproveitar as inovações tecnológicas, a locação de equipamentos pesados também é uma solução inteligente e que gera uma boa economia.

Por isso, acompanhe este conteúdo completo sobre como funciona a locação de maquinário, os benefícios de alugar equipamentos e outras informações que você precisa saber. Aproveite a leitura!

1. Como funciona a locação de equipamentos para obras?

A gestão de projetos na construção civil tem como objetivo garantir a alta qualidade com máxima eficiência e economia de recursos. Dessa forma, a locação de equipamentos para obras traz diversas vantagens. Mas, antes, é preciso entender como funciona esse tipo de serviço para chegar ao custo-benefício que você terá.

Os gestores e responsáveis pela obra sempre procuram as melhores alternativas para economizar, sem comprometer a qualidade e o cronograma da obra. Entretanto, os preços para comprar equipamentos são elevados, e a locação se torna a melhor opção, já que é um investimento relativamente baixo.

Antes de tomar qualquer ação, é preciso saber exatamente quais são as máquinas necessárias para a construção. A partir disso, realizar uma pesquisa de preços e negociar as melhores ofertas ajudam a afunilar as opções, até encontrar a empresa que atenda às suas necessidades. Afinal, os equipamentos precisam ser novos, revisados e que você tenha certeza que não deixarão a equipe na mão. Por isso, considere aspectos como:

  • o valor que você tem para investir;
  • os tipos de equipamentos que a equipe precisa para trabalhar;
  • as condições das máquinas (prefira equipamentos novos);
  • o tempo de aluguel que será necessário (dias, semanas, meses);
  • as vantagens e desvantagens de escolher a empresa;
  • as condições de aluguel (formas de pagamento, transporte dos equipamentos etc);
  • a disponibilização de manutenções nas máquinas;
  • a capacidade da máquina e o conhecimento técnico da empresa de locação;
  • a modernidade, a eficiência e a durabilidade dos equipamentos.

Quando você fizer a pesquisa de mercado e observar todos esses detalhes, poderá encontrar o fornecedor ideal para a locação. Mesmo com um cronograma de obras bem-detalhado, os imprevistos podem acontecer. Nesse sentido, conferir se a empresa oferece flexibilidade no aluguel é interessante.

O processo para locação de equipamentos não é tão complicado quanto pode parecer — na verdade, é até intuitivo. Após considerar os tipos de máquinas, a quantidade e o período que você precisa, é só fazer um orçamento, escolher a localidade onde as máquinas serão utilizadas e fechar negócio.

2. Quais equipamentos posso locar?

Um projeto de construção civil pode necessitar de uma grande diversidade de maquinário para facilitar os trabalhos. O mais significativo é que esses equipamentos estão cada vez mais tecnológicos e modernos, entregando facilidades na execução das tarefas. Dessa forma, a obra acelera, há maior aproveitamento de recursos, entre outras vantagens.

Além de garantir que as máquinas auxiliem nos trabalhos, a empresa precisa pensar na sustentabilidade como foco na gestão ambiental. Afinal, as obras geram uma grande quantidade de resíduos, que deve ser administrada e descartada de forma correta.

Então, a locação de equipamentos também é uma maneira de deixar o projeto mais sustentável, pois eles tornam possível a realização de tarefas específicas e são uma solução exata para a sua demanda. Por isso, veja, a seguir, algumas das máquinas que você pode encontrar para locar, mas saiba que também há outros tipos que você pode escolher.

2.1 Retroescavadeira e miniescavadeira

A retroescavadeira é uma máquina que auxilia em uma grande variedade de atividades no canteiro de obras, como: pequenas demolições, escavações, transporte de materiais de construção mais leves, paisagismo, entre outras funções. Por ser uma ferramenta versátil, ela ajuda não apenas na escavação, mas também no transporte de materiais, além de outras funcionalidades:

  • deslocamento e remoção de entulhos e resíduos da obra;
  • carregamento de materiais e caminhões com terra, areia e outros produtos;
  • carregamento, realocação e deslocamento de materiais no canteiro de obras;
  • nivelamento e terraplanagem dos terrenos.

Outra dica importante sobre a retroescavadeira é que ela pode substituir outros equipamentos da linha amarela, como a escavadeira e a pá-carregadeira.

2.2 Rolo compactador

Para compactar, comprimir e diminuir os resíduos presentes nos terrenos, o rolo compactador é indispensável no canteiro de obras, para deixar as superfícies mais planas. Assim, a máquina auxilia em fundações, aterros e outras funções.

Se o solo não for bem compactado, isso pode ocasionar falhas durante a construção do empreendimento, comprometendo, até mesmo, a estrutura. Assim, dependendo das necessidades, você pode optar entre o rolo compactador pá de carneiro ou liso, de acordo com as aplicações — e também há o mini rolo compactador, que tem mais mobilidade e é uma ótima pedida para os canteiros de obra.

2.3 Plataformas elevatórias

As plataformas elevatórias podem ser encontradas em tipos como: plataforma tesoura e plataforma articulada. Para tanto, isso depende de fatores como a altura que se deseja alcançar e a estabilidade do terreno. Esse equipamento é essencial nas construções civis, pois são máquinas arrojadas e perfeitas para otimizar o tempo.

Por apresentar diversas aplicações, é uma opção mais segura aos andaimes, além de ter mais mobilidade e eficiência. Dessa maneira, o equipamento pode ser usado para alcançar até 43 metros de altura, dependendo do modelo escolhido. Assim, é uma alternativa para fazer reboco na parte externa, pintura, limpeza de fachadas e manutenções, como colocação de lâmpadas e outros afazeres.

3. Quais são os benefícios da locação de equipamentos?

Um dos principais aspectos que valorizam a locação de equipamentos, com toda certeza, é a economia. No entanto, também há outras vantagens que colaboram pela escolha do aluguel. Antes de tudo, é fundamental compreender qual das opções disponíveis atende às suas demandas.

É preciso colocar na balança aspectos como produtividade, economia, disponibilidade e outros fatores. Contudo, para fundamentar essa decisão, pense no TCO (Total Cost of Ownership), que é o custo total de propriedade. Mas o que isso significa?

O TCO é o cálculo que deve ser feito para que você saiba se vale a pena comprar ou alugar os equipamentos para o seu projeto. Para conhecer a resposta, deve-se somar o preço de aquisição da máquina aos gastos que serão feitos durante a vida útil do equipamento. Entre eles, devem ser incluídos valores de transporte, manutenção, seguro, armazenamento e outros aspectos. Ao fazer isso, você subtrai a rentabilidade que terá com a revenda para ter o resultado.

Muitas vezes, a aquisição não compensa, já que os equipamentos têm valores muito elevados. Desse modo, a locação seria a solução ideal, pois os gastos com seguro e manutenção ficam a cargo do fornecedor. Acompanhe outros benefícios que você tem quanto optar pela locação de equipamentos para a construção civil.

3.1 Economia de recursos

Como foi citado, a economia é um dos principais motivos para que se escolha a locação. Desse modo, os recursos são voltados considerando apenas o período em que a obra está em curso, gerando um custo muito menor, se comparado à compra de máquinas. Os equipamentos costumam ter um valor bastante elevado, o que gera um grande impacto no orçamento do projeto.

Portanto, ter uma gestão estratégica e levantar todos os custos para fazer a comparação são primordiais. Quando se tem um planejamento adequado, os gastos são calculados pensando em se chegar a um melhor custo-benefício, o que não compromete a segurança, a projeção econômica nem o faturamento com o empreendimento.

Se os gastos forem muito altos, a proporção de investimento e faturamento deixa uma margem muito pequena. Ou seja, o lucro será reduzido. Logo, gastos que podem ser eliminados ou substituídos por alternativas mais em conta (mas sem reduzir a qualidade) consistem na estratégia mais inteligente.

3.2 Risco da compra

Essa é uma dúvida constante nas mais diversas áreas: afinal, vale mais a pena alugar determinado produto ou investir um pouco mais e ter esse item para utilizar sempre que precisar. No entanto, nesse caso, a questão não é tão simples, já que envolve outros fatores mais profundos. Por exemplo: gastos com manutenção, armazenamento do equipamento e até a redução de custos de maquinário ocioso — pois, se as máquinas ficam paradas e sem uso, você também está perdendo dinheiro.

É primordial mensurar o risco da compra e pensar nos cenários futuros. Por ser um alto investimento, é necessário saber o que será feito com esse maquinário após a conclusão da obra. Serão utilizados logo em seguida em outro projeto? Ficarão parados em um galpão? Todas essas questões precisam ser respondidas para analisar se adquirir os equipamentos realmente vale a pena.

Mesmo que o equipamento fique parado, ele ainda gera despesas, como pagamento de impostos, manutenção e, até mesmo, aluguel do espaço em que ele ficará guardado. Nesse contexto, a demanda deve ser considerada. E, para que a opção seja econômica, o valor do serviço deve ter, no máximo, 60% do preço de um equipamento novo.

3.3 Equipamentos modernos

A modernidade dos equipamentos permite ter mais agilidade e aumentar a produtividade das equipes de trabalho. Quanto mais moderno e munido de tecnologias, mais eficiente será o seu canteiro de obras. Nessa ideia, com a locação, você pode escolher uma frota atualizada com maquinários de última geração, além de contar com uma assessoria especializada que ajudará no caso de problemas técnicos.

Quando você tem o suporte de um bom fornecedor de equipamentos pesados, ele ajudará a encontrar as máquinas ideais e que sejam voltadas exatamente para o trabalho que será realizado. Portanto, você terá um maquinário que garante a máxima qualidade para a execução das atividades na obra. Com uma frota renovada, o rendimento é mais elevado e tem-se maior eficácia na construção.

3.4 Máxima produtividade

Ter equipamentos modernos e que estejam em perfeito estado de conservação é um ponto crucial para a produtividade no canteiro de obras. Se, no meio das operações, uma das máquinas parar de funcionar por algum tipo de problema, isso pode provocar uma reação em cadeia, fazendo com que muitas outras atividades também tenham que parar.

Contudo, quando você aluga o maquinário, recebe a garantia da empresa locatária de que os equipamentos estarão em plenas condições de uso. Além disso, se algum contratempo surgir, basta entrar em contato que o fornecedor, que ficará responsável em encontrar uma solução. Ou seja, os gestores da obra terão menos dores de cabeça, e a produtividade no canteiro de obras só aumentará.

É bastante comum que as obras atrasem e o cronograma seja refeito diversas vezes. Às vezes, são imprevistos que realmente não tinham como ser antevistos. No entanto, outras situações poderiam ser previstas, como no caso de máquinas que param. Quando o maquinário não recebe manutenções periódicas e preventivas, as chances de pararem são muito maiores. Por conseguinte, trabalhar com equipamentos em perfeito estado garantirá a produtividade.

3.5 Redução de mão de obra

Quando você escolhe os equipamentos para locação, não deve esquecer-se de um ponto fundamental: para manusear as máquinas, é preciso contar com um operador responsável e devidamente treinado para exercer essa função. Por ser um maquinário pesado, os riscos são mais elevados, o que pode colocar os trabalhadores em perigo.

Dessa maneira, é dever possuir profissionais capacitados para operar os equipamentos de forma segura, pois a segurança no trabalho não pode ser negligenciada. Desse modo, os gastos com mão de obra podem ser menores, principalmente por também substituir trabalhadores em muitas atividades.

O que antes poderia demandar mais pessoas para a execução de uma tarefa (como a montagem de um andaime), com o uso de máquinas, isso pode se substituído por apenas um operador. Portanto, a terceirização desse tipo de serviço tem ótimas vantagens.

3.6 Disponibilidade imediata

Como já abordamos, os atrasos na entrega da obra são recorrentes na construção civil. Com o aprimoramento das empresas fornecedoras de máquinas, aumenta-se a competitividade no mercado. E encontrar fornecedores que disponibilizam os equipamentos para pronta entrega são cada vez mais comuns.

Dessa forma, para oferecer um atendimento mais eficiente, é possível fazer a locação com mais agilidade e entrega rápida. Conseguir melhores formas de pagamento e prazos também é uma possibilidade, dependendo da relação que você tem com a empresa. Portanto, a disponibilidade imediata é uma vantagem que deve ser considerada na escolha, pois isso é determinante para o desenvolvimento da construção.

3.7 Menor investimento

Conseguir melhores condições para que o investimento seja menor pode ter enorme peso no orçamento do projeto. Dessa forma, quando os gestores decidem apostar na locação de equipamentos para a construção civil, há a possibilidade de investir mais em outros setores, como em materiais de qualidade superior.

Não comprar máquinas e optar pela locação é um jeito de focar no que realmente importa, promovendo a expansão do negócio. Outro ponto de grande importância é que as máquinas são atualizadas constantemente.

Diante disso, se você comprasse um equipamento novo, em pouco tempo, ele já não seria mais tão moderno — e depois de alguns anos, seria até obsoleto em comparação com os lançamentos. Isso pode impactar a produtividade da empresa no futuro. Com a locação, você poderá contar sempre com maquinário atualizado e novo.

3.8 Manutenção especializada

O funcionamento das máquinas tem exigências próprias, e não é qualquer mecânico ou técnico que consegue realizar a manutenção adequada. Esse é outro aspecto pelo qual vale a pena contar com uma empresa de locação, pois o fornecedor é o responsável pelos cuidados e conservação do maquinário.

Todas as manutenções ficam sob responsabilidade da empresa de locação. Assim, caso algo não saia conforme o planejado, se uma máquina parar de funcionar ou aparecer qualquer outro problema, basta contatar o fornecedor e solicitar o conserto ou a troca.

4. Qual é a importância dos cuidados com os equipamentos locados?

Por mais que as obras sejam locais de trabalho pesado, os cuidados para conservação dos equipamentos locados é primordial. Devolver produtos com avarias ou danos por falta de manuseio adequado pode gerar custos adicionais. Como a empresa entrega as máquinas em perfeitas condições, é dever do cliente conservá-las e devolvê-las no mesmo estado.

Além de fazer a já conhecida manutenção preditiva (que verifica as condições da máquina e reduz os riscos de falhas durante a operação), também é preciso ter atenção com a limpeza de sujeiras decorrentes do dia a dia de utilização do equipamento, o que evita corrosão e danos em peças. Assim, fazer a limpeza diária após o expediente é essencial.

Além disso, a realização de paradas programadas para a realização da manutenção preventiva é uma recomendação que deve ser seguida à risca. Outro fator que deve ser pensado e que tem total importância para que os equipamentos funcionem corretamente é lubrificação. Se as máquinas não são lubrificadas periodicamente, as chances de apresentarem paradas enquanto são usadas são bem maiores.

Por isso, a lubrificação precisa ser parte da rotina de trabalho e de manutenção do maquinário. Para tanto, esse processo pode ser feito com graxa sempre que houver necessidade. Procedendo dessa forma, será mais difícil de as máquinas apresentarem algum tipo de problema ou pararem no meio das tarefas, acarretando paradas que atrasem as operações e os procedimentos.

Os cuidados, geralmente, também são assegurados no contrato. Portanto, se houver manuseio inadequado, se as máquinas não forem operadas por profissionais capacitados ou qualquer outro problema relacionado à falta de cuidados, pode ser que a empresa locatária cobre por isso. Ou seja, ter cautela e usar os equipamentos com responsabilidade são pontos cruciais para o lucro da empresa.

5. Como a locação apresenta vantagens na organização de uma obra?

A elaboração de projetos da construção civil é feita em etapas. Nesse sentido, é preciso aprofundar-se em cada fase, considerando as necessidades, a mão de obra, os materiais de construção e os equipamentos. Na fase de planejamento, soluções como a locação de máquinas podem apresentar várias vantagens.

A praticidade é um dos benefícios que mais se destacam, pois é só realizar o orçamento, escolher os equipamentos que deseja e as quantidades que precisa e fechar negócio. Assim, todas as responsabilidades ficam por conta do fornecedor, e os gestores apenas recebem o maquinário alugado e começam a utilizar na obra logo que houver necessidade.

Isso é muito positivo para diminuir a carga de trabalho, sobretudo os secundários. Sendo assim, as equipes ficam livres para focar apenas no que realmente importa, voltadas para as tarefas mais essenciais e garantindo a qualidade dessas atividades. A gestão de obra está sempre à procura de melhores condições. Por isso, já é um hábito ir atrás das melhores alternativas e de menor custo.

As boas práticas, em conjunto com a tecnologia, são a união perfeita para aprimorar projeto e, posteriormente, a rotina no canteiro de obras. Nesse contexto, a locação tem benefícios para a toda organização. Afinal, se os gestores optassem pela compra das máquinas, seria preciso um longo período de estudos para avaliar as necessidades, pesquisar pelos equipamentos certos, fazer comparação de preços e muitas outras etapas.

No contexto da locação, os processos são muito mais simples, e os colaboradores também podem contribuir indicando quais produtos serão mais interessantes para otimizar os serviços no canteiro de obras. Em vista disso, ter uma equipe qualificada e que trabalhe em conjunto é outro fator que fará toda diferença na organização e execução da construção.

Reduzir desperdícios de materiais e recursos é fundamental, principalmente ao considerar que as obras têm custos elevados. Desse modo, a locação de equipamentos é um jeito de manter o alto nível sem comprometer a qualidade. Contudo, isso se inicia em um planejamento consistente, em que se tem controle sobre cada etapa da obra e os gastos relacionados com cada uma delas.

A locação de equipamentos para construção é uma modalidade que está em crescimento constante no país e uma alternativa mais econômica em relação à compra de maquinário — que tem custos altos para aquisição e manutenção. Ou seja, essa é uma ótima maneira de ter mais produtividade, reduzir custos e trazer mais qualidade à obra.

O que você achou das dicas de locação de máquinas para obras? Compartilhe o conteúdo nas suas redes sociais!

AS MELHORES MARCAS, O MELHOR SERVIÇO, E UM PARCEIRO QUE SEMPRE TEM O MELHOR PREÇO