Como fazer a manutenção de geradores de forma eficiente?

  • Manutenção

A manutenção de geradores está ligada fortemente com a produtividade de grandes companhias que desejam 100% de seu funcionamento. Afinal, horas perdidas por falta de energia, oscilações constantes ocasionam prejuízos consideráveis que poderiam ter sido evitados com um bom planejamento e manutenção preditiva. Então, vem o questionamento: você sabe realizar este procedimento corretamente?

Como sabemos que executar os reparos de geradores é de extrema importância, preparamos este conteúdo para auxiliar estas etapas, bem como sua importância, a qual é crucial ao crescimento de sua empresa. Entenda o porquê você não deve negligenciar a manutenção dos geradores, para garantir o melhor retorno do investimento e evitar imprevistos desnecessários. Vamos lá?


Geradores para locação

60kVA a 500kVA – Solicite orçamento agora


Manutenção de geradores: por que é tão importante?

Realizar o reparo do gerador garante uma maior vida útil do equipamento, além de contribuir para evitar gastos dispendiosos por falta de cuidados simples, como limpeza interna. Ela pode ser feita todos os dias, ou em intervalos de 250 a 500 horas de funcionamento. Também pode ser semanal, mensal e por ano. Porém, é preciso realizar um planejamento detalhado e avaliar a complexidade da manutenção.

Dessa forma sucinta, para início da manutenção dos geradores, observe os parâmetros iniciais:

  • organize cronograma para as revisões periódicas;
  • avalie o desgaste dos equipamentos para possíveis trocas;
  • verifique o funcionamento geral de todo o gerador.

É fato que a manutenção desses equipamentos é complexa e será preciso avaliar minuciosamente o cronograma de manutenções com revisões periódicas. Portanto, para reparos econômicos e eficientes, realize sempre a manutenção preditiva, ou seja, sempre evite que as peças cheguem ao ponto crítico para troca. Embora a forma de manutenção corretiva seja a mais comum nas indústrias brasileiras, ela é a mais desvantajosa e pode gerar prejuízos consideráveis que poderiam ser evitados com uma organização prévia.

Portanto, para explicar de forma detalhada, confira no próximo tópico os problemas mais recorrentes e como você pode programar sua manutenção de forma eficiente.

Quais são os principais problemas recorrentes?

Os principais problemas recorrentes que acontecem quando não se realiza a manutenção periódica de gerador são falhas em componentes como: material isolante, ventoinhas, barras da gaiola, rotor do estator e mancais excêntricos. Como retratamos no início deste conteúdo, esse equipamento para demanda energética é complexo e reúne engenharia de diversas modalidades, o que requer avaliação precisa.

Porém, não é suficiente apenas montar o cronograma, mas ter um plano de manutenção preciso e segui-lo. Entenda, a seguir, como fazê-lo.

Como se programar periodicamente para as manutenções?

Para realizar a manutenção de geradores de forma eficiente, é preciso separar o cronograma por categorias. Ele pode ser dividido em cinco etapas que são: diária, semanal, mensal, semestral e anual. Vamos apontar como é o processo e utilizaremos como exemplo o gerador a diesel, um modelo bastante eficiente e muito utilizado por ser uma ótima fonte alternativa de energia a fim de abordar com detalhes sobre esse tema tão importante.

Manutenção diária

Para essa questão, é feita a análise dos níveis de combustível e óleo. É necessário checar se o sistema está bem refrigerado, além de verificar se apresenta sinais de desgaste. Ainda, precisa avaliar se o radiador está conectado com a tubulação de ar. Também se observa uma possível corrosão, que pode ocasionar danos futuros ao motor.

Manutenção semanal

É realizada a drenagem do tanque e filtro de combustível para que, assim, apareçam a água adicionada e o diesel. Observa-se a tensão flutuante e ajusta-se ao seu nível ideal, conforme o carregador da bateria. Inclusive, é feita a limpeza do filtro para retirada de impurezas.

Manutenção mensal

Nessa etapa, é executada inspeção, limpeza e demais ajustes em todos os sistemas de sua estrutura, como ventilação do ar, lubrificação, diesel, escape, sistema elétrico (motor do gerador) e transferência. Além disso, é feita a extração de amostra de líquido de arrefecimento e, por meio de um hidrômetro, analisa-se sua concentração, a fim de determinar se está ideal. Inclusive, observa-se a carga da bateria, seu nível de correção e tensão da correia.

Contudo, lembre-se que, a cada 250 horas ou seis meses de utilização, repete-se todo o procedimento mensal junto a todas as ações preventivas, como inspeção da troca de filtro, troca de óleo etc.

Manutenção semestral

É executada a troca dos filtros de combustível e refrigerador, independentemente do nível de sujeira, além dos elementos do filtro de ar. Higienização do cárter de respiro conforme as orientações dadas pelo manual do fabricante e, para finalizar, avalia-se o estado da mangueira do radiador.

Manutenção anual

Etapa em que é feita uma limpeza completa de toda estrutura de refrigeração. É fundamental atentar-se aos detalhes, bem como fazer corretamente seu passo a passo. Por isso, é indispensável contar com um profissional especializado nesse cronograma.

É fato que um dos geradores mais eficientes é o movido a diesel, em especial quando falamos de hospitais e indústrias, que funcionam 24 horas. Afinal, ele fornece plenitude ininterrupta de energia.

Há, também, vários modelos que têm benefícios específicos. Você pode conhecê-los melhor clicando aqui. Além disso, particularidades, como fazer o checklist, são ações cruciais no processo de revisão de geradores. Entenda como proceder, logo abaixo.

Cuidados que devem ser tomados na manutenção

Para uma revisão eficiente de geradores, jamais esqueça de ter atenção nos detalhes. Fatores, como avaliar previamente a estrutura para encontrar peças soltas, seu funcionamento a partir da ignição do gerador, além da potência, medidas de segurança, estabilidade da distribuição energética, além de saber calcular e otimizar o tempo de reparo.

Outros fatores importantes para se ter na manutenção são:

  • avaliar o manual do fabricante e suas exigências;
  • realizar o checklist de verificação no planejamento e etapas já realizadas;
  • calibração necessária, caso seja detectado perda de energia;
  • observar o ambiente para eventuais surgimentos de insalubridades, como infiltrações.

Portanto, realize sempre a manutenção preditiva de geradores, pois, além de serem equipamentos vitais, no momento de uma falha grave, como uma pane, pode-se ter o risco de perda total do maquinário e será necessário investir em um modelo novo. Evite possíveis prejuízos consideráveis.

Afinal, o máximo desempenho do gerador só é possível com um excelente plano de manutenção. Além disso, investir em capacitação na segurança é indispensável para evitar acidentes e eventuais problemas.

A manutenção de geradores deve ser adotada e seguida à risca para que a companhia continue firme e com produtividade. Isso é a base de apoio de todo o processo e evita imprevistos com queda de energia e aumenta a produtividade industrial.

O conteúdo foi útil para suas dúvidas sobre este tema, indispensável nas empresas e indústrias brasileiras? Então, já deixamos outra dica: curta nossa página do Facebook e acompanhe as novidades sobre este assunto e muito mais!