Motoniveladora ou patrol: descubra se são a mesma coisa

  • Agronegócio
  • Engenharia
  • Motoniveladoras

Motoniveladora ou patrol? Eis a questão. Para quem não sabe, essa é uma dúvida que persiste até os dias atuais, causando confusão até mesmo entre os profissionais mais tarimbados do setor produtivo. Por isso, aproveitamos a curiosidade para criar um artigo exclusivo sobre o tema.

O nosso objetivo é acabar com a confusão, explicando as características e funcionalidades da máquina motoniveladora. Assim contribuímos para o seu processo de decisão, apresentando tudo o que você precisa entender a respeito da locação desse equipamento. Não perca tempo e acompanhe.

O que é uma motoniveladora?

Tecnicamente, as motoniveladoras são máquinas de grande porte desenvolvidas para trabalhos de nivelamento. Portanto, consistem em equipamentos familiares para quem opera em projetos de terraplanagem, pavimentação e afins.

Entretanto, existe uma curiosidade que chama mais atenção do que as funções: a expressão patrol— do inglês ”patrulha”. Desde que foi inventada, a motoniveladora, ou simplesmente niveladora — devido à ausência de motores à época —, já era uma ferramenta hábil para operações de manutenção rodoviária.

Por isso, recebia a nomenclatura de patrol, já que os equipamentos eram frequentemente vistos atuando no reparo de estradas. Daí o nome: road patrols — patrulhas rodoviárias. Mais de 130 anos depois, o setor produtivo ainda conhece as motoniveladoras da mesma maneira.

Assim, a expressão resistiu ao tempo, convivendo com termos técnicos e adequados ao equipamento. Em países de língua inglesa, plainer e patrol. Já no Brasil, patrol, motoniveladora e patrola — tradução carismática da expressão popularizada pela indústria.

Quais são as características da motoniveladora ou patrol?

Tecnologia, robustez e especialidade. Em nossa opinião, o trabalho realizado pelas motoniveladoras é singular, justamente por ser o único equipamento capaz de planificar superfícies anguladas — uma vantagem possível devido a sua lâmina central. Veja abaixo outras informações relevantes.

Cenário para usar

A aplicação mais comum é o nivelamento de terrenos, mas o equipamento vai além da utilidade para terraplanagem. Na realidade, as patrolas podem trabalhar tanto em aclives como em declives, pavimentando, realizando desgarramento e escarificação, criando taludes e curvas de níveis.

Composição

A estrutura das niveladoras representa a principal responsável por toda essa funcionalidade. Tecnicamente, o equipamento é composto por um chassi articulado, três eixos, seis rodas e uma lâmina angular no vão central.

Além disso, é comum que modelos modernos também sejam equipados com um escarificador na parte traseira. Eles costumam aparecer como arados, facilitando a mistura e a aplicação de materiais — funcionalidade que torna o equipamento ainda mais interessante para o agronegócio.

Funcionamento

Como destacamos acima, as motoniveladoras contam com seis rodas. Quatro delas atuam na tração do veículo, ou seja, distribuindo o torque gerado pelo motor para promover o deslocamento da máquina sobre o solo.

Já as duas restantes, posicionadas à frente, são dedicadas ao direcionamento da máquina, tornando a condução mais fácil e intuitiva. Vale destacar a “cereja do bolo” quando falamos de motoniveladoras: a lâmina central.

Por ter três eixos, a lâmina se movimenta livremente conforme o comando do operador. Assim, oferece um posicionamento angular determinante para modelar o material de acordo com a necessidade do projeto.

Quais são os tipos de lâminas da motoniveladora?

Escolher o modelo de lâmina quando o assunto é motoniveladora é o que pode fazer toda a diferença em relação à resistência e também ao tipo de trabalho. Vamos entender melhor a seguir.

Lâminas de corte

Nesse caso, a motoniveladora poderá contar com uma lâmina bem mais espessa do que a de acabamento. Por causa disso, a tendência é que seu material seja bem mais resistente e tenha uma capacidade maior de lidar com diferentes terrenos, além disso, é bem mais durável.

Lâminas de acabamento

Aqui, o material utilizado para a sua fabricação é bem mais fino, provocando uma limitação do seu uso. Elas são ideais para acabamentos e nivelamento de bases.

Quais são as vantagens de uso?

Assim como a retroescavadeira, a motoniveladora pode ser considerada um equipamento polivalente, ou seja, hábil o bastante para executar a tarefa para a qual foi desenvolvida, além de algumas outras. Isso é comum no agronegócio, em que a máquina tanto cria e mantém taludes como mistura e distribui materiais.

Trata-se de uma vantagem essencial para quem busca economia no campo de trabalho. Afinal de contas, a locação de uma máquina polivalente — quando compatível com as suas necessidades — significa uma economia substancial, pois são reduzidos custos de ociosidade e afins.

Quais são as funções da motoniveladora?

Esse é um dos equipamentos mais versáteis que existem no segmento, a motoniveladora pode servir para diferentes tipos de situações. Por ser uma máquina incrível que pode ser usada nas obras de várias formas e devido as suas multifuncionalidades, ela ficou conhecida rapidamente. Verifique abaixo algumas das ocasiões nas quais a motoniveladora pode ser usada.

Terraplanagem

A motoniveladora pode ser utilizada para fazer aquela terraplanagem tão sonhada. O procedimento consiste em realizar o nivelamento do solo, no qual pode ser retirada ou acrescentada alguma quantidade de terra. Isso é feito para conseguir deixar o terreno plano e com maiores possibilidades de uso. Para que esse trabalho seja realizado com excelência, é necessário que o terreno esteja sem entulhos, vegetação ou pedras.

Escavação

Na escavação são realizados furos e são abertas valas nos terrenos, que são usadas para encaixar o fundamento das obras necessárias. Tal técnica pode ser feita com o auxílio de uma motoniveladora, que é importante para o bom andamento das construções como prédios, casas e demais edifícios.

Homogeneização dos materiais

A homogeneização dos materiais é realizada durante procedimentos aplicados para que não restem torrões no meio do solo. Para que a operação realizada com o auxílio da motoniveladora seja um tremendo sucesso, é essencial que o trabalhador que estiver operando a máquina esteja atento a todos os detalhes do solo.

Pavimentação

Essa técnica é utilizada para retirar ondulações, buracos e arrumar desníveis de uma via, permitindo assim que o solo fique plano. O principal objetivo do procedimento é tornar mais fácil o fluxo de pessoas e veículos em determinada região. Com o uso desse equipamento é possível realizar pavimentação com tranquilidade e muita agilidade.

No Brasil, esse tipo de máquina costuma ser utilizada para o auxílio de obras rodoviárias, ajudando os operadores a realizar o seu trabalho de forma confortável e livre de perigos, desde que sejam treinados para as operações.

Como escolher o equipamento correto para o seu projeto?

Existem diversos modelos de motoniveladora no mercado, e você deve estar atento não só aos tipos de lâminas, mas também a alguns detalhes relacionados às configurações do equipamento, tais como:

  • o peso operacional;
  • ângulo máximo de inclinação;
  • potência do motor;
  • certificações de segurança e diferenciais de conforto;
  • comodidade para os operadores.

Ainda, existem preocupações ligadas a temas como tecnologia, reputação e sustentabilidade das máquinas e suas marcas. A seguir, vamos apresentar mais detalhes do que considerar. Continue sua leitura.

Avalie o terreno

Saber qual é a espécie de terreno, assim como qual o trabalho realizado no espaço, é fundamental para a escolha da motoniveladora ideal. Isso ajudará a entender qual é o melhor tipo de lâmina e também se é necessário um equipamento com muita ou pouca potência para realizar o serviço.

Tenha atenção às configurações

Quando falamos sobre as configurações, estamos nos referindo a fatores que vão além da potência e do tamanho da máquina. Nesse caso, é muito importante estar atento ao desempenho, facilidade de manuseio e consumo de combustível. São pontos importantes e que fazem toda a diferença no longo prazo, principalmente para o seu bolso.

Esteja atento ao espaço de uso

Claro que as características do terreno, como falamos no começo, são importantes, mas, além disso, é essencial estar atento ao tamanho. Isso porque existem motoniveladoras de diferentes tamanhos e é importante que o espaço esteja de acordo. Até mesmo por uma questão de mobilidade e de progresso de trabalho. 

Veja uma máquina pequena em um grande espaço até consegue se mover bem, mas gastará o dobro de tempo para fazer o mesmo trabalho do que um equipamento com medidas adequadas. Além disso, destacamos a importância de escolher lugares com um bom tamanho de raio. Assim, a máquina pode se mover com mais facilidade. 

Quais são os benefícios adquiridos com o uso da motoniveladora?

As vantagens adquiridas com o uso de uma motoniveladora são muitas. Veja abaixo quais são os principais privilégios de utilizar esse tipo de equipamento.

Precisão

Ao fazer o uso de uma motoniveladora, o resultado é mais preciso do que se tivessem sido usadas máquinas como retroescavadeiras e tratores. Isto devido ao fato de que as motoniveladoras são máquinas de alta performance.

Eficiência no trabalho

Outro ponto positivo que provém do uso da motoniveladora é a eficiência no trabalho, pois é possível realizar uma nivelação precisa de forma rápida e diminuir o tempo gasto para nivelar um terreno. O processo poderia ser bem mais demorado e trabalhoso se fosse realizado com outros maquinários convencionais.

Segurança

O equipamento tem algumas peculiaridades que garantem a segurança dos profissionais que o utilizam. Também estarão seguros aqueles que estiverem se movimentando pelo terreno enquanto os trabalhos com a motoniveladora estiverem sendo realizados. Entre os dispositivos que evitam acidentes estão:

  • portas da cabine anguladas;
  • anela traseira inclinada;
  • cobertura cônica do motor.

Esses itens são responsáveis por garantir boa visibilidade da lâmina, dos pneus e da parte de trás da máquina. Tais fatores trazem segurança para todos os envolvidos nos trabalhos referentes ao terreno em questão.

Quais são os cuidados e boas práticas para utilizar a motoniveladora?

Para operacionalizar a máquina motoniveladora sem causar acidentes de trabalho é necessário tomar alguns cuidados. Confira abaixo quais são eles.

Seguir as normas técnicas

As normas que regulamentam o uso das motonivaladoras são a NR 11NR 12 e NR 18. Para garantir que tudo está de acordo com as especificações, é importante atentar para cada detalhe das disposições legais. Se a máquina estiver de acordo com os parâmetros de operações, você pode se sentir seguro para liberar o equipamento para o uso.

Investir em treinamentos

Aqueles profissionais que vão trabalhar com a máquina precisam ter em mente que não basta apenas saber como utilizá-la. É crucial estar bem-treinado e capacitado para poder exercer a função com segurança. Sem contar que é de extrema importância que os profissionais utilizem os seus equipamentos de proteção individual. Por essa razão, não economize na hora de investir no treinamento da sua equipe.

As vantagens da locação de motoniveladoras?

Por último, e mais importante, vamos ver os benefícios da locação, não apenas de motoniveladoras, mas de quaisquer outros equipamentos fundamentais para o seu ambiente de trabalho. Em nossa visão, existem duas grandes vantagens: economia e disponibilidade.

A economia figura na forma da redução de gastos. Afinal de contas, a locação é substancialmente mais econômica e inteligente do que a aquisição de máquinas, que ainda onera custos de manutenção, seguro e demais responsabilidades — o que não acontece na locação.

Em um segundo momento, aparece a disponibilidade. Essa é uma vantagem inerente a boas locadoras. Afinal, a sua operação não sofrerá com a ociosidade. Isso porque, mesmo na hipótese de uma quebra, você terá o amparo ágil da equipe, seja no reparo, no atendimento ou na substituição.

Quais são os modelos disponibilizados pela Armac?

Agora, queremos mostrar a você o portfólio de máquinas da Armac. Caso não saiba, somos uma empresa referência na locação de equipamentos para trabalho, com mais de 25 anos de mercado, alcançando 231 cidades a partir de mais de duas mil máquinas de alta tecnologia, excelência e durabilidade. A seguir, dê uma olhada no que oferecemos.

Case 845B

  • cabine climatizada e fechada, com certificações ROPS e FOPS que protegem a cabine durante capotamentos, quedas de materiais e acidentes;
  • ângulo máximo de inclinação de 90°;
  • peso operacional de 15.070 kg;
  • potência do motor de 173 HP.

Case 865B

  • cabine climatizada e fechada, com certificações ROPS e FOPS;
  • ângulo máximo de inclinação de 90°;
  • peso operacional de 17.642 kg;
  • potência do motor de 220 HP.

New Holland RG170B

  • cabine climatizada e fechada, com certificações ROPS e FOPS;
  • ângulo máximo de inclinação de 90°;
  • peso operacional de 17.642 kg;
  • potência do motor de 220 HP.

Volvo G930

  • cabine climatizada e fechada, com certificações ROPS e FOPS;
  • ângulo máximo de inclinação de 90°;
  • peso operacional de 17.642 kg;
  • potência do motor de 195 HP.

Ao longo deste texto, mostramos as principais informações que você precisa saber sobre a motoniveladora, esse equipamento que é crucial para a realização de obras de maneira eficiente, capaz de fazer pavimentação, terraplanagem, ajustar terrenos irregulares em plantações, remover excesso de neve em locais frios, entre outros. 

Justamente por isso, a sua escolha não pode ser feita em qualquer lugar. Patrola, motoniveladora ou patrol: seja qual for a sua preferência, a Armac tem a solução. 

E com o que você aprendeu em nosso post, acreditamos que, agora, já sabe como fazer a escolha adequada de acordo com suas demandas, tirando o máximo proveito possível do equipamento selecionado.

Então, caso esteja precisando de uma motoniveladora, ou mesmo de outros equipamentos essenciais para a construção, queremos te convidar a conhecer melhor os nossos serviços e aproveitar os nossos equipamentos de qualidade. Será um grande prazer atendê-lo.