Para que serve o slotting?

  • Logística

Quanto mais presente a tecnologia se faz na vida do consumidor da era da transformação digital, maior se torna o nível de exigência dos clientes em relação à qualidade e à agilidade dos produtos e serviços oferecidos. E para manter o equilíbrio em um cenário altamente competitivo, muitas organizações têm investido em estratégias como o slotting, a fim de atingir seus objetivos sem demandar investimentos exorbitantes.

Afinal, até mesmo as companhias consolidadas em seus nichos de atuação no mercado se viram diante de um panorama econômico muito delicado nos últimos dois anos. No entanto, a exigência dos consumidores não mudou e, com isso, o que resta às empresas é aderir às melhores práticas para otimizar seus processos sem elevar os gastos.

É diante desse contexto que o slotting tem se mostrado como uma metodologia indispensável. Por isso, preparamos este conteúdo para que você entenda o que, como funciona e quais as vantagens que esse método pode proporcionar. Confira.

O que é slotting?

O conceito de slotting abrange a uma série de estratégias, ferramentas e metodologias cuja finalidade é melhorar a distribuição de itens no estoque em diversos armazéns, aumentando a produtividade nos processos de preparação, reposição e recebimento de pedidos.

Essa técnica faz parte de uma logística de armazenamento e distribuição bem organizada e tornou-se fundamental devido aos obstáculos para a expansão deste departamento. À medida que o comportamento de consumo muda, por influência da transformação digital, não apenas o uso do espaço passa a ser prioridade, como também a localização de cada Stop Keeping Unit (SKU), a fim de diminuir o fluxo de movimentação e atender aos pedidos com mais agilidade.

Como funciona o slotting?

Geralmente, o gerente de logística é o profissional por elaborar uma estratégia de localização dos produtos nos armazéns da empresa. Para que qualquer procedimento de gestão de localização de estoque seja bem-sucedido, é necessário contar com um sistema de identificação que permita que os dados sejam compartilhados por toda a equipe.

Sendo assim, em muitas organizações, o trabalho do gestor de logística consiste em numerar as posições de cada item de acordo com a estratégia acordada com os operadores. As informações são registradas em um sistema que garantirá que não ocorram erros na localização e na extração dos produtos.

O que deve ser considerado para a aplicação do slotting?

Por exigir total conhecimento do estoque e do espaço de armazenamento disponível, a técnica de slotting deve ser definida pelo gestor de logística responsável pelo setor. Esse profissional deverá considerar todos os detalhes que impactam diretamente na rotina de trabalho, tais como:

  • taxa de giro de cada produto — aqueles que têm um índice de vendas maior devem ficar em posições privilegiadas;
  • data de validade do lote ou do artigo;
  • otimização das rotas de picking — processo inteligente de separação dos pedidos;
  • fluxos de mercadorias no armazém;
  • necessidade ou não de equipamentos para manejo dos itens — plataformas elevatórias e empilhadeiras;
  • volume e peso de cada mercadoria.

É claro que alguns fatores podem variar conforme o segmento do mercado e o porte da empresa. Contudo, tendo esses aspectos em mente, as chances de que a estratégia de slotting seja bem-sucedida são muito maiores.

Quais as vantagens do slotting?

Agora que você já sabe o que é slotting, como funciona e quais fatores são levados em consideração nessa estratégia, mostraremos os principais benefícios proporcionados pela implementação de boas práticas de logística de armazenamento e distribuição.

Maior dinâmica dentro do estoque

Quanto mais bem definidas as informações sobre a localização dos produtos, em um sistema inteligente, mais facilidade para rastrear os itens dentro dos armazéns, ou seja, os trabalhadores saberão a localização exata de cada mercadoria em tempo real no decorrer de sua passagem pelo estoque.

Com isso, os equipamentos — como plataformas elevatórias ou empilhadeiras — poderão trafegar da melhor maneira possível entre os produtos armazenados e os processos serão executados com mais agilidade. Em outras palavras, o slotting proporciona mais dinâmica dentro do estoque.

Lembrando que, para que a estratégia de slotting funcione na prática, o gestor de logística deverá detalhar as características e fluxos atuais do armazenamento. Inserir esses dados em um software especializado pode fazer uma grande diferença.

Menor taxa de avarias e desperdícios

Um ponto muito positivo (para a gestão de estoque) em ter os produtos mais bem posicionados e os espaços devidamente definidos, está na tendência de que o índice de avarias das mercadorias diminua de forma significativa.

Afinal, uma das premissas do slotting é otimizar a rastreabilidade dos itens dentro do estoque, descartando a necessidade de buscas desordenadas na etapa do picking. Dessa forma, os produtos ficam muito menos vulneráveis aos riscos provenientes de manuseios desnecessários.

Controle de custos

Além de aumentar a eficiência operacional do armazém e trazer mais produtividade, uma das vantagens do slotting é que essa metodologia contribui para que o gestor de logística tenha mais conhecimento a respeito de cada estágio que integra o processo de armazenamento, recebimento, reposição e distribuição de mercadorias.

Graças ao auxílio da tecnologia, é possível obter dados mais precisos a respeito do desempenho das atividades relativas à gestão de estoque e, com isso, identificar gargalos no processo, falhas e pontos de melhorias. Assim, as devidas alterações podem ser aplicadas para reduzir os custos operacionais, eliminando desperdícios e otimizando a lucratividade.

Basicamente, o slotting se mostra como uma alternativa muito interessante para empresas que desejam ter um bom controle de custos e melhorar seus processos logísticos, mas que não podem ou não desejam realizar novos investimentos em tempos de um cenário econômico delicado.

Como você pôde conferir neste conteúdo, uma estratégia de slotting abrange a uma série de procedimentos, ferramentas e técnicas que, em conjunto, têm o objetivo de otimizar a gestão de estoque, controlar os custos operacionais, melhorar a rastreabilidade de mercadorias e gerar dados mais consistentes sobre os processos de armazenamento e distribuição.

Quer saber como os equipamentos fornecidos pela Armac podem contribuir para uma logística funcional nos processos de armazenamento e distribuição de sua empresa? Então entre em contato com a nossa equipe para descobrir como podemos ajudar!