Quais as vantagens de alugar equipamentos pesados para construção civil?

  • Engenharia

Afinal de contas, comprar ou alugar os equipamentos pesados para construção civil? Eis a questão! Da forma como percebemos, esse é um grande dilema que paira sobre os empresários do ramo, que precisam conciliar sua capacidade de investimento com a necessidade de um bom maquinário.

Por isso, desenvolvemos este post completo para ajudar na sua decisão sobre equipamentos para a construção civil. Como perceberá na leitura, listamos as características de ambas as soluções, demonstrando como a locação pode ser uma alternativa mais viável e eficiente para o seu negócio. Então, vamos ao tema!

O que são equipamentos pesados na construção civil?

Equipamentos pesados na construção civil são maquinários específicos utilizados pelas construtoras e empreiteiras. Alguns exemplos mais comuns são os caminhões, tratores, motoniveladoras, carregadeiras, retroescavadeiras, escavadeiras, mini escavadeiras, caçambas etc. Os gestores selecionam as máquinas apropriadas para cada tipo de obra para facilitar os processos e conferir agilidade na execução dos projetos.

Quais são as máquinas para construção civil mais pesada?

Como você pode ver, há diversos modelos de máquinas para a construção civil, para pequenos e grandes projetos. É importante fazer a seleção conforme a quantidade de trabalho e os investimentos disponíveis para a realização das obras.

Veja a seguir os maquinários mais utilizados pelos profissionais desse ramo do mercado.

Retroescavadeiras

A retroescavadeira é um equipamento muito usado por ser apropriado para várias atividades na construção civil. A máquina tem um arranjo de enxada que fica na parte traseira do veículo e um balde de carga na sua frente. Com ela, os operadores escavam trincheiras, fazem a descarga e o levantamento dos materiais, utilizando o carregamento frontal da caçamba.

Escavadeiras

Uma escavadeira é uma máquina pesada muito importante para realizar as escavações necessárias nos canteiros de obras. Esse maquinário serve para os mais variados objetivos, tais como o corte de árvores, dragagem de rios, demolições, levantamento de peso, entre outros. Ele contém uma pá para escavar e um braço longo que a movimenta.

Trator de esteira

Tratores de esteira ou buldôzeres também servem para escavações, tendo em vista que removem a camada superficial da terra até certo ponto. A placa de metal de arestas afiadas fica na sua parte frontal para a remoção do solo, sendo que pode ser levantada ou baixada pelo uso de pistões hidráulicos.

Carregadeiras

As carregadeiras são escolhidas quando há necessidade de carregamento de materiais em basculantes no canteiro de obras. Elas transportam destroços, matérias-primas, resíduos de demolição, solo escavado e muito mais com o seu braço móvel mais curto e a sua enorme caçamba que fica na parte da frente. A máquina pode ter rodas ou esteiras.

Quais são as dicas de segurança ao operar uma máquina pesada?

A operação de máquinas pesadas na construção civil é uma das causas de acidentes fatais que envolvem a queda dos colaboradores, atropelamento e eletrocussão. Sendo assim, é indispensável investir na segurança desses trabalhadores para prevenir lesões e salvar vidas.

Observe abaixo algumas dicas para proteger o capital humano:

  • utilize rádio para se comunicar continuamente com a equipe;
  • certifique-se do que está ao seu redor antes de operar as máquinas;
  • respeite os limites de carga informados pelo fabricante;
  • utilize cinto de segurança e equipamentos e proteção individual;
  • tenha cuidado ao andar, montar e desmontar equipamentos;
  • mantenha as máquinas desligadas se não estiver em operação;
  • verifique a existência de serviços públicos subterrâneos antes de escavar.

Além das inspeções de rotina obrigatórias, procure inspecionar diariamente a obra antes de começar as operações. Confira o maquinário para ter certeza de que a segurança está garantida e esteja sempre em alerta. É recomendado averiguar constantemente algumas peças e avaliar a área para visualizar a existência de perigos aéreos. Não se sobrecarregue com trabalho e respeite os próprios limites.

Como tirar o melhor proveito com um equipamento pesado?

Um equipamento pesado pode ser mais bem aproveitado com a locação que exige investimentos menores e deixa os recursos financeiros disponíveis para outras áreas. O aluguel desses maquinários evita a aquisição de dívidas e a obrigação de pagar parcelas altas em longo prazo. Além disso, o gestor pode escolher as máquinas conforme a necessidade de cada projeto.

É importante conhecer cada máquina e ter pessoal capacitado para operá-las no canteiro de obra. Durante o uso, os operadores podem economizar combustíveis e trabalhar com maior rapidez para aumentar a produtividade. Ao alugar, você evita os gastos com manutenção e não perde tempo com a ociosidade dos equipamentos que necessitam de conserto.

Vale mais a pena comprar ou alugar?

A resposta para essa pergunta é: depende! Tanto a compra como a locação apresentam vantagens específicas sobre a sua operação financeira, sendo importante avaliar esses detalhes e identificar a compatibilidade com o seu negócio.

A grosso modo, existe uma noção de que é sempre interessante possuir as máquinas empregadas constantemente e locar aquelas de uso mais eventual. No entanto, essa não é uma regra de mercado, de modo que existem algumas exceções que podem ser levadas em consideração. Abaixo, demonstramos algumas ideias que podem ajudar nessa consideração. Veja!

O que avaliar na locação de equipamentos pesados para construção civil?

Primeiro, é importante entender o seguinte: a melhor opção sempre será aquela que atende à sua operação, conciliando economia, disponibilidade e produtividade. Agora, vamos a algumas ferramentas que podem ajudar na sua decisão. A primeira delas é o TCO. A sigla denomina um termo inglês, Total Cost of Ownership, sendo, portanto, uma métrica que indica o Custo Total de Propriedade.

Custo Total de Propriedade

Para encontrar o TCO, você deverá somar o preço de aquisição aos gastos estimados durante a vida útil desse equipamento, como manutenção, seguro, transporte, armazenamento, entre outros. Depois, você pode subtrair a rentabilidade que espera ter na revenda dessa máquina. Feito isso, o TCO é obtido.

Índice de utilização das máquinas

O segundo passo é avaliar o índice de utilização desse maquinário, que aponta o quão frequente é a necessidade por esse equipamento no seu ambiente de trabalho. Para isso, você aplica um intervalo de referência, por exemplo, um mês com 30 dias totais e 22 trabalhados.

Então, analise em quanto desses 22 dias o equipamento é utilizado. Veja alguns cenários:

  • máquina empregue em 14 dos 22 dias — 14 / 22 = 63% de taxa de utilização;
  • máquina empregue em 7 dos 22 dias — 7 / 22 = 31% de taxa de utilização;
  • máquina empregue em 3 dos 22 dias — 3 / 22 = 13% de taxa de utilização.

A esse ponto, você saberá tanto o custo de propriedade como a taxa de utilização. Com isso, você analisa e compara qual alternativa vale mais a pena para a sua operação: comprar ou locar. No entanto, existem detalhes muito importantes que fogem a esse cálculo e que você deve considerar na sua decisão.

Disponibilidade dos equipamentos

O mais importante deles é a disponibilidade. Quer um exemplo disso? Pois bem, imagine que você tem um equipamento fundamental à sua operação, como uma pá carregadeira. Entretanto, por qualquer que seja o motivo, esse maquinário apresentou problemas e deixou de funcionar. E agora, o que fazer?

Nesses casos, possuir a máquina significa tanto arcar com os seus custos de manutenção como com as consequências à sua produtividade. Afinal de contas, sem o equipamento, a tendência é que você perca produtividade, extrapolando prazos, adiando etapas e tomando decisões precipitadas.

Previsibilidade operacional

É nesse momento que a locação de equipamentos se destaca. Pois veja, ao alugar as máquinas com uma empresa referencial nesse segmento, você aumenta a sua previsibilidade operacional. Para explicar isso, podemos recorrer ao mesmo exemplo. Digamos que, por um motivo aleatório, o equipamento alugado apresente problemas.

Diferente do que acontece quando se é proprietário, aqui, basta entrar em contato com a locadora, que estará de prontidão para fazer o procedimento corretivo ou substituir a máquina em um curto espaço de tempo, sem cobrar a mais por isso nem prejudicar o seu tempo ou produtividade.

Percebe? Esse é o tipo de detalhe subjetivo, que não entra na conta, mas faz toda a diferença na qualidade e velocidade da sua retomada ao trabalho.

Quais as vantagens de locar equipamentos pesados?

Então, realizado o cálculo e descoberto o melhor negócio, chega o momento de conhecer as vantagens competitivas da locação e como elas impactam o seu negócio. Veja!

Economia

A vantagem mais objetiva de todas. Afinal, não é segredo para ninguém que os equipamentos da construção civil contam com preços elevados, de modo a exigirem certo planejamento e disposição financeira do seu negócio.

O aluguel dessas máquinas permite o enxugamento da operação, pois você não será onerado com os custos de propriedade, mas ainda aproveitará a produtividade desse equipamento ao menor custo possível.

Margem

Em um complemento ao benefício anterior, há a margem de reinvestimento. Digamos que você ponderava comprar uma escavadeira, mas, então, após o cálculo de utilização e TCO, entende que é melhor alugá-la.

Optando pela locação, o seu caixa deixa de realizar o enorme gasto da compra. A diferença é que você pode aplicar esse valor ocioso no reinvestimento sobre a operação, alavancando algum ponto estratégico da sua atividade.

Agilidade

Essa é uma vantagem pontual da locação. Não há como negar que ter o maquinário garante maior disponibilidade. Por conta disso, uma boa empresa de locação entende que a agilidade é determinante para rivalizar com a modalidade de compra.

Como alugar os equipamentos pesados para construção civil da Armac?

Agora, é momento de aprender como você pode empregar as nossas máquinas no cotidiano da sua empresa. Como perceberá em nosso portal, somos comprometidos com a objetividade técnica e a melhora dos seus resultados. Por isso, todo o processo de locação é super simples, inteligente e intuitivo. Veja:

  • acesse o nosso portal de Orçamento;
  • clique no botão “Escolher equipamento”;
  • selecione a máquina do seu interesse e clique no botão “Aplicar”;
  • regule a quantidade da máquina nos botões “+” e “–”;
  • clique em “Adicionar outro equipamento” e repita os passos 3 e 4 conforme a sua necessidade;
  • então, selecione o Estado e digite a Cidade em que o serviço será executado;
  • logo abaixo, descreva o período de uso em dias ou meses;
  • por fim, informe seu nome, e-mail, empresa e telefone.

Pronto! Em pouquíssimo tempo, você será contatado pelo nosso time de especialistas e orientado sobre os valores, condições e qualquer outra dúvida que tenha acerca do negócio.

Quais os diferenciais da Armac no mercado?

Experiência, presença e reputação. Sem sombra de dúvidas, essas são as qualidades-chaves para o sucesso, expansão e posicionamento da Armac no Brasil.

A começar pela experiência, um atestado lógico de tempo de mercado, pois contamos com mais de 25 anos de comprometimento com os resultados dos nossos clientes, oferecendo máquinas de ponta por meio de condições transparentes, que a longo prazo se transformam em parcerias duradouras.

Essas são as vantagens de alugar equipamentos para construção civil. A Armac atua em mais de 235 cidades brasileiras. Para atender a esse público, a empresa conta com mais de 2.100 máquinas de alto desempenho e sofisticação tecnológica.

Por isso, convidamos você a conhecer a linha de equipamentos para construção civil da Armac. Entre em contato com a nossa equipe!