Construção modular: entenda quais os equipamentos indispensáveis

  • Engenharia

A construção modular tem se mostrado uma tendência nos últimos anos, isso está bastante atrelado a popularização de casas e empreendimentos em contêineres. A partir de blocos padronizados ou vigas e paredes pré-fabricadas com diversos tipos de materiais: aço, fibra de vidro, concreto, madeira etc., a premissa está ligada a levar o projeto, praticamente pronto, para o local de sua ascensão.

A chegada da indústria 4.0 também favoreceu essa tendência que é vista como uma excelente ideia no mercado nacional, em virtude dos preços mais baixos do que as edificações de alvenaria. Além disso, os módulos podem apresentar vários designs e permitem criar espaços em diversos estilos.

O método possibilita a edificação por etapas e a padronização das partes que vão compor um prédio ou uma casa. A agilidade desses projetos arquitetônicos foi um dos destaques para responder à alta demanda de hospitais durante o início da pandemia do coronavírus.


Locação de Equipamentos – Alugue Online

O equipamento ideal para o seu projeto aqui


Gostaria de obter informações sobre como funciona e o que é a construção modular? Acompanhe a leitura!

O que é construção modular?

A construção modular é uma metodologia de edificação baseada em módulos individuais fabricados em uma linha de montagem para a execução de uma obra. As casas podem ser feitas com materiais diversos e as técnicas são bastante eficientes para a produção industrial, o prazo para a conclusão dos serviços e os seus custos são reduzidos.

Preparação do terreno

Os módulos padronizados são muito resistentes e são encaixados de várias maneiras. As suas dimensões e acabamentos são customizáveis para atender as necessidades dos usuários. Contudo, os terrenos devem ser preparados antecipadamente para evitar surpresas desagradáveis. É importante fazer a terraplenagem e o nivelamento do solo antes de iniciar a construção modular.

Economia de recursos

Um dos principais aspectos das edificações modulares é a economia de recursos financeiros para os proprietários. Uma casa modular custa em média 30% menos do que aquelas que são feitas de alvenaria. É possível prever todo o material desde o início do projeto e ter certeza de que será consumido somente o que foi planejado desde o princípio.

A construção modular reduz as perdas de materiais que são comuns em canteiros de obras. Ela impede o desperdício de materiais e dispensa a necessidade de rever o orçamento ou repor matéria-prima. A sua montagem é bastante simples e economiza o tempo da mão de obra, já que a edificação não precisa ser construída a partir do zero.

Agilidade na construção

Os módulos chegam no local da construção prontos para a montagem e agilizam os processos construtivos. Caso a obra já esteja em andamento, é provável que o prazo para a entrega da edificação seja diminuído de forma considerável. Isso ocorre porque mais da metade da fabricação dos blocos ocorre dentro das fábricas especializadas.

Isolamento térmico

As construções modulares não se transformam em entulhos caso seja necessário desmontá-las e transferi-las para outro lugar. Sendo assim, os impactos ambientais decorrentes de uma demolição deixam de existir com essa metodologia. As edificações podem contar com estruturas para captação de água da chuva e painéis solares para garantir a sustentabilidade.

O isolamento térmico é outro quesito sustentável e que traz conforto para os usuários da construção modular. Essas construções não precisam de climatização e seus proprietários economizam energia elétrica. Basta fazer as instalações elétricas de forma apropriada para ter uma residência segura e que contribui com o meio ambiente.

Como funciona?

Uma forma de otimizar as operações na construção civil, agregar qualidade aos projetos e aumentar o padrão de segurança é utilizar o conceito da construção modular. A metodologia depende de um processo que ocorre pela união dos módulos individuais provenientes de uma linha de montagem. Veja a seguir como é o seu funcionamento!

Matérias-primas

A fabricação de edifícios inteiros é executada por meio de matérias-primas padrão, como madeira, metais e concreto. A tecnologia é aplicada para a construção de complexos residenciais e grandes construções em várias partes do globo. As operações para a edificação do imóvel podem ocorrer com procedimentos simultâneos, já que as peças estarão prontas desde o início do cronograma.

Controle total dos processos

Com a construção modular, há o controle total dos processos e a possibilidade de diminuir o tempo de execução de uma obra. Esse investimento é muito interessante e desafia as construtoras do nosso país a inovar e adotar inovações tecnológicas. Por ser uma tendência do mercado contemporâneo, as empresas que a adotam ganham competitividade diante dos concorrentes.

Qualidade garantida

A construção modular tem garantia de qualidade confirmada pelas práticas, padrões e rotinas aplicadas pelos profissionais desse segmento. As supervisões são mais rigorosas e bem controladas para evitar perigos decorrentes de exposição às intempéries. Os investidores ganham com a redução de custos, a segurança e o controle dos cronogramas.

Recursos tecnológicos

A construção do tipo modular oferece maior sustentabilidade do que as tradicionais. Você conseguirá controlar os recursos dos projetos e poderá gastar somente o necessário para que os usuários fiquem satisfeitos. As edificações são beneficiadas pelos recursos tecnológicos da atualidade que se alinham às exigências de segurança e asseguram eficiência energética.

Quais são as boas práticas para a construção modular?

O uso da construção modular é interessante para garantir sustentabilidade, flexibilidade, rapidez e eficiência das edificações. A compreensão desse conceito revela grandes chances de que a maioria das construções serão feitas por meio dessa metodologia no futuro. Confira adiante as principais boas práticas aplicadas pelos profissionais ao trabalhar com essas edificações!

Métodos inovadores

Por trás da construção modular existe uma busca constante pela aplicação de métodos disruptivos e inovadores. As tecnologias abrem novas oportunidades todos os dias para atender as demandas do público brasileiro. Elas permitem que as obras sejam fabricadas e transportadas em cima dos caminhões para que cheguem até os terrenos.

Dessa forma, é só unir as partes no local escolhido para a construção e as paredes ficam iguais às das obras tradicionais. As metodologias inovadoras já são aplicadas na Austrália, Japão, Europa e Estados Unidos. Mas agora começaram a fazer sucesso ao serem desenvolvidas e utilizadas de modo pioneiro no território brasileiro.

Tamanho máximo

O meio de transporte limita o tamanho máximo das peças da construção modular. Em nosso país, a locomoção das partes é realizada pelas rodovias, por meio de caminhões com até 3,20 metros de largura. Os módulos de idêntica dimensão são fabricados de acordo com os viadutos e fiações que fazem parte do trajeto e sua altura chega até 4 metros.

O comprimento dos módulos, por sua vez, pode alcançar 15 metros conforme a carreta prancha que fará o transporte pelas estradas. Portanto, essas são as medidas básicas dessas peças utilizadas na construção modular. A resistência e a leveza do aço conferem flexibilidade de uso e liberdade arquitetônica aos profissionais, razão pela qual a edificação não necessita ser padronizada.

Engenharia civil

Construções modulares unem a engenharia de produção com a civil e os fundamentos de Lean Manufacturing: melhoria contínua, qualidade total, processos puxados, minimização do desperdício e flexibilidade de produtos. Essas características possibilitam a aplicação de inovações nas obras, evolução rápida e maiores padrões de eficiência.

Padronização e exclusividade

Apesar da tendência possibilitar a padronização dos imóveis, é possível realizar personalizações e usar arquiteturas mais arrojadas do que se aplica em construções convencionais. Os módulos seguem padrões no que tange aos materiais básicos das estruturas e processos necessários para a sua fabricação. Contudo, arquitetura e acabamentos podem ser exclusivos.

Preservação ambiental

Cada construção modular auxilia na sustentabilidade e ajuda a preservar a natureza. Os canteiros de obra ficam repletos de insumos que são espalhados e ocupam o solo. Se você optar pelo uso dos módulos, a edificação chega praticamente pronta à indústria e não precisa de canteiro. Há menos desperdício de materiais do que nas construções convencionais.

Por conseguinte, o impacto ambiental gerado por uma obra reduz significativamente e o orçamento é beneficiado. A metodologia também extingue a necessidade de demolição, pois a construção pode ser realocada com a mínima perda de mão de obra e materiais. Ela economiza dinheiro e tempo, além de ser sustentável e infinitamente reaproveitável.

Prazos para entrega 

Os prazos para a entrega dessas obras são bem menores, por exemplo, uma obra de 60 metros quadrados é concluída em 3 semanas. Já uma edificação com 1.000 metros quadrados é terminada em cerca de 1 mês e meio. Desse modo, a construção modular é apropriada para fazer escolas, franquias, clínicas, lojas e escritórios.

Quebra da resistência

Com o passar do tempo, as construções modulares estão vencendo a resistência das pessoas que estão mais acostumadas com prédios em alvenaria. Os módulos são apropriados para a construção de galpões industriais, residências e prédios comerciais. Embora a cultura ainda não tenha sido totalmente modificada, esse tipo de edificação não é inferior e promete ganhar cada vez mais espaço.

Quais são os maquinários indispensáveis?

Os equipamentos são indispensáveis para as atividades que envolvem a construção modular. Por esta razão, existe uma enorme variedade de máquinas disponíveis no mercado. Nesse segmento, alguns maquinários marcam presença e não podem ser dispensados. Se você quer conferir os principais tipos aplicáveis juntamente com essa metodologia, siga em frente!

1. Manipulador telescópico

O manipulador telescópico é um dos equipamentos mais versáteis da conhecida “linha amarela”. Sua aplicabilidade é bastante versátil, e isso o torna um dos equipamentos mais utilizados pela construção civil. Na construção modular ele é frequentemente usado no carregamento, movimentação e içamento dos materiais e estruturas pré prontas.

2. Caminhão basculante

Os caminhões basculantes não podem ficar de fora, tendo em vista que cumprem várias funções em uma construção modular. Esse caminhão caçamba é útil para carregar os materiais e retirar os entulhos do terreno. Trata-se de uma máquina versátil que transporta os materiais com muita segurança.

3. Rolo compactador

O rolo compactador é crucial para fazer a terraplenagem do terreno e a compactação do solo, se os procedimentos forem necessários. Esses equipamentos impermeabilizam a água nas superfícies, preenchem os espaços e suprimem materiais. Os seus principais modelos são os pneumáticos, lisos, vibratórios, combinados e pé de carneiro.

4. Trator esteira ou motoniveladora

O trator de esteira é conhecido por muitas pessoas como buldôzer. Essa máquina pode ser usada para preparar e nivelar o terreno, assim como as motoniveladoras. Uma motoniveladora é bastante útil no preparo do solo que receberá a construção modular, podendo auxiliar em terraplenagens. As suas lâminas possibilitam a realização de ajustes para vários trabalhos.

5. Escavadeira e retroescavadeira

As escavadeiras são equipamentos versáteis que funcionam para escavar o solo, remover resíduos e entulhos, fazer limpeza, movimentar terra e rochas, perfurar terrenos, revirar a terra em aterros sanitários e cavar buracos. Já as retroescavadeiras funcionam como trator, carregadeira e escavadeira. Por isso, elas são usadas para escavações maiores e para carregar os caminhões.

Estruturas metálicas

Além dos equipamentos citados, a protagonista real dos projetos modulares são as estruturas metálicas. Em suma, são sustentações confeccionadas com aço e outros materiais metálicos. Elas trazem vários benefícios para as construções modulares, tais como sustentabilidade, resistência, rapidez etc. Um canteiro de obra modular possibilita a redução dos prazos para a construção, conta com uma logística facilitada e outras vantagens.

Sistema de gestão

As ferramentas tecnológicas promovem os avanços na área da construção modular. As instalações elétricas, mecânicas e hidráulicas usadas nas construções são substituídas por canais de comunicação em edificações modulares. Em decorrência disso, um sistema de gestão é primordial para que os padrões de encaixe sejam precisos, visto que é capaz de planejar todas as peças e seus componentes.

Quais as diferenças para a construção civil?

Na realidade, a construção modular é uma evolução da construção civil que depende principalmente de edificações em alvenaria. As construções tradicionais são mais demoradas e dispendiosas, exigem maiores investimentos em materiais, mão de obra e equipamentos. Os módulos decorrem da industrialização desse setor e dos avanços tecnológicos dos últimos tempos.

Otimização de recursos

Uma das diferenças entre esses dois tipos de construção é que os módulos permitem a otimização dos recursos. As construções modulares ganham das convencionais em termos de produtividade. Os empreendimentos são executados e concluídos em tempos recordes como nunca vistos anteriormente. Por serem fabricados em ambiente fabril servem para projetos maiores.

Garantia de segurança nas operações

O conceito já foi aplicado em períodos pós-guerra para a reconstrução rápida das edificações e em épocas que exigiram a recuperação da economia. Nos dias de hoje, a construção modular ganhou força no mercado por ser uma opção viável e oferecer garantia de segurança nas operações. Além disso, os módulos são fabricados em lugares distantes do terreno.

Aumento na qualidade dos projetos

A construção modular confere um aumento significativo na qualidade dos projetos de grandes edificações. A aplicação de ferramentas tecnológicas e digitais possibilita fazer projeções dos módulos, simplificar os processos e ampliar a percepção dos engenheiros e do público consumidor. Os módulos são produtos de altíssima qualidade e de níveis de confiabilidade elevadíssimos.

Técnicas de manufatura enxuta

As condições controladas da indústria 4.0 são adequadas para a aplicação de técnicas de manufatura enxuta na construção dos módulos. Elas possibilitam otimizar a mão de obra especializada e o uso dos materiais. As edificações podem contar com vários materiais e incluir fontes de alimentação, janelas, sistemas de água e esgoto, ar-condicionado, telecomunicações etc.

Segurança da mão de obra

O processo de construção interna em uma edificação modular acontece no local, porém, não é preciso se preocupar com atrasos decorrentes do clima. As construções modulares oferecem segurança da mão de obra em virtude de seus processos serem controlados dentro das fábricas. A fiscalização é mais rigorosa e assegura que os procedimentos obrigatórios sejam executados.

Flexibilidade de uso

Os módulos são extremamente flexíveis para se encaixar em projetos distintos e permitem a escolha de designs personalizados. Eles são ótimos para quem precisa de um estúdio, sala de música ou de aula, escritório ou sala de jardim, já que formam ambientes variados e possibilitam o aproveitamento de todos os espaços e recursos.

Melhor custo-benefício 

Como já foi dito, as construções modulares requerem um menor tempo de construção, são muito econômicas e oferecem opções de pagamento flexíveis. O design pode ser incluído para eliminar preocupações com os custos do arquiteto e outros gastos de edificações convencionais. Consequentemente, esse é um mercado bastante promissor para usuários e empresários do ramo.

Apelo à ecologia

O sistema de construção modular se adapta perfeitamente ao conceito de green building. O conceito de sustentabilidade se faz presente e supera as questões relacionadas à demolição. Ele não impacta de forma negativa o meio ambiente e sempre que for preciso, é possível transferir os módulos de um local para o outro para evitar o desperdício.

Os prédios e as casas modulares são mais sustentáveis e econômicos em relação ao consumo de água e energia. Os engenheiros são livres para planejar e implementar estruturas para captar a água das chuvas e painéis fotovoltaicos. Esse fator ganha destaque na construção de conjuntos habitacionais inteiros, galpões industriais e prédios comerciais.

Tendência mundial

A construção modular já se tornou uma grande tendência mundial por ter conquistado uma parcela considerável da sociedade. Essa metodologia pré-fabricada traz infinitas possibilidades para a edificação ágil e desperta a curiosidade para explorar e experimentar novas tecnologias. Os profissionais conseguem usar a criatividade para fazer adaptações e criar belos projetos.

Por que contar com a Armac?

A Armac é indicada para quem atua em ambos os modelos construtivos, pois oferece um amplo portfólio de equipamentos para os seus parceiros. A empresa tem como objetivo construir relacionamentos sólidos e se trata de uma autoridade quando o assunto é a locação de maquinários pesados. A seguir, apresentaremos os principais diferenciais dessa organização!

Responsabilidade

A empresa se responsabiliza por diversos processos produtivos e transmite segurança em suas parcerias. Ela disponibiliza serviços de longo prazo para vários setores: preparo do solo, logística interna, movimentação de granéis, apoio às indústrias de diversos segmentos. As suas máquinas são apropriadas para usinas, mineração e movimentação de materiais.

Atendimento a nível nacional  

A Armac faz a triagem e atende o Brasil inteiro no fornecimento de locação de máquinas para a construção civil e modular. Ela assume o risco da demanda e garante a circulação dos maquinários de seus clientes enquanto as construtoras ficam livres da manutenção que se obriga a realizar em caso de aquisição desses equipamentos. A empresa agrega eficiência e não atrasa as entregas.

Substituição dos maquinários

Se um maquinário quebrar, a Armac providencia a substituição imediata para que não haja paralisação das obras. Contamos com logística própria e agrega valor às atividades dos seus clientes com a locação de torres de iluminação, plataformas elevatórias e máquinas pesadas para a construção civil, infraestrutura urbana, saneamento público e paisagismo.

Grande locadora de máquinas

Essa empresa é a maior compradora e locadora de máquinas amarelas do país. Ela atende empreendimentos e obras condominiais, movimentação portuária, eventos, movimentação logística, mineração, agricultura, usinas sucroalcooleiras e sucroenergéticas, florestal e agroflorestal, alimentação e movimentação de usinas ou pátios de biomassa e mistura de fertilizantes.

Maior oficina da América Latina

A organização tem a maior oficina dos países latino-americanos, a qual conta com 150 mil metros quadrados, 44 boxes de manutenção, solda e pintura, 6 mil máquinas ativas, setor de componentes, borracharia, área de testes, centro de distribuição de peças e oficina de caminhões. A Armac está presente em 416 cidades brasileiras, em 23 estados e no Distrito Federal.

Logística própria 

A Armac tem um time de 200 mecânicos, mais de 250 veículos de apoio e atende dois tipos distintos de operações. A locação spot envolve a disponibilização de maquinários por mês ou por dia sem um prazo mínimo e o atendimento das demandas pontuais. E as operações dedicadas, com profissionais atuando 24 horas por dia e garantia de disponibilidade.

Parceria estratégica

A empresa é uma parceira estratégica na cidade e no campo, nos canteiros de obra e outros negócios. Ela busca atender as necessidades de seus clientes e procura oferecer auxílio para torná-los mais competitivos, produtivos e eficientes. A empresa compartilha soluções inteligentes, máquinas e ativos para movimentar as mais diversas engrenagens.

Entendeu quais são os maquinários indispensáveis da construção modular? A Armac compreende que cada projeto é único e oferece flexibilidade em seus contratos para a locação de equipamentos sob medida. Ela disponibiliza máquinas para a construção civil do tamanho certo, da maneira correta e no tempo ideal, sendo que um de seus maiores benefícios é a adequação aos seus clientes.

Deseja saber mais sobre o assunto? Então prossiga com a leitura sobre compra de máquinas pesadas usadas x locação recorrente!